Retrospectiva: Petebista quer ensino de direito constitucional em São Paul

PTB Notícias 12/01/2009, 16:21


Em São Paulo, um deputado petebista tenta incluir na grade curricular do ensino médio a disciplina de direito constitucional.

“Sou do tempo em que se cantava o hino nacional antes de entrar na sala de aula”, conta Waldir Agnello (PTB/SP), autor do projeto.

“Estudei organização social e política do Brasil na escola.

Lembro com saudosismo positivo desses princípios de cidadania que foram incutidos na civilização daquela época”.

Segundo o político, a mídia faz campanha sobre o valor do voto e da escolha certa de seus representantes, mas os jovens não têm condição de decidir porque não conhecem os princípios básicos de cidadania.

“Por isso é importante essa disciplina.

Se com 16 anos eles podem votar, por que não saber o que é uma Lei Maior?”, questiona, enfatizando a “atual apatia dessas questões”.

O projeto de lei 562/2006 de Agnello determina que a matéria de direito constitucional seja ministrada por professores habilitados em ciências humanas, sociais, políticas e jurídicas ou professores habilitados em direito constitucional.

O projeto de Agnello já foi aprovado nas comissões de Constituição e Justiça, de Educação e de Finanças e Orçamento da Assembléia Legislativa.

A proposta está pronta para ser votada em plenário.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da UOL)