Rio Pardo (RS) recebe 450 escoteiros neste sábado

PTB Notícias 5/05/2007, 10:56


Cerca de 450 escoteiros das regiões de Santa Maria, Vales do Rio Pardo e Taquari estão sendo esperados neste sábado em Rio Pardo – cidade administrada pelo petebista Joni Lisboa da Rocha (RS).

Trata-se do encontro interdistrital que se realizará entre os dias 5 e 6 de maio no Parque de Exposições Apelles de Quadros e que integra as comemorações do Centenário do Escotismo no mundo.

O evento é realizado plo 19º Distrito de Escoteiros e conta com o apoio da Prefeitura.

De acordo com um dos coordenadores do evento, o Comissário do 19º Distrito, Lailton Ferreira, desde 1993 não acontecia na região um encontro dessas proporções.

“Durante 14 anos não realizavamos um encontro onde consegússemos reunir tantos escoteiros num só lugar.

Estimamos que mais de 20 grupos deva participar”, disse.

De Rio Pardo serão dois grupos, Itacolomi e Pendrágon, que somam 105 integrantes, entre escoteiros, direção e colaboradores.

Ferreira destacou que as atividades se inciam ás 18 horas desta sexta-feira, quando haverá a recepção dos grupos nos Parque de Exposições.

No sábado se iniciam as atividades específicas a partir das 8horas, quando acontece a montagem de acampamentos e e atividades específicas do escotismo.

A Abertura oficial do encontro, segundo explicou ferreira, acontece às 14 horas de sábado, defronte à Prefeitura, onde haverá solenidade com a presença de autoridades municipais, entre as quais foi confirmada a presença do prefeito em exercício, Bertholdo Affonso Pritsch e secretários municipais.

“O encontro vai mostrar o quanto o movimento é importante especialmente para formação do caráter da criança e do adolescente.

Trabalhamos com princípios éticos e morais, na busca pela formação de cidadão conscientes de suas ações”, disse Ferreira.

O coordenador distrital destacou que durante o sábado, os escoteiros terão ações específicas e o grande grupo será dividido para realizar atividades sociais e também de conscientização.

Entre as ações está a prestação de serviço no Lar Mary Taranger (Orfanato).

“Lá estão previstas atividades como corte de grama, manutenção da horta, troca de lâmpadas e pintura do muro.

Este trabalho será executado pelos integrantes do Ramo Pioneiro, que conta com adolescente entre 18 e 21 anos”, disse.

PLANTIO DE ÁRVORES – Durante a tarde de sábado, os lobinhos, crianças entre 7 e dez anos estarão na Vila Pinheiros, onde acompanharão tecnico agrícola, Arthur Silva, que dará palestra sobre a importância dos cuidados com o meio ambiente.

O técnico irá orientar o plantio de 200 mudas de árvores nativas que serão plantadas na frente da casa dos moradores para que haja um comprometimento no cuidado da planta.

“Para isso estamos contando com o apoio fundamental da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que nos conseguiu as mudas de árvores e também cedeu o tecnico para a palestra”, disse Ferreira.

A Associação de Moradores e a direção da escola Municipal Olinto Meurer também estarão atuando no plantio das árvores.

O encontro prevê ainda a realização de atividades esportivas como rapel e outros que tenham contato direto com a natureza.

A Associação dos artesãos de Rio Pardo também irá participar do encontro realizando oficinas para o aproveitamento de materiais recicláveis.

Ferreira explicou que serão dadas tecnidcas de cestaria em jornal e garrafas pet.

O prefeito de Rio Pardo, Bertholdo Affonso Pritsch destacou a importância em apoiar este evento, dizendo que a atual administração tem uma grande preocupação com a juventude da cidade.

“O escotismo forma cidadãos conscientes e nossas propostas de governo vão ao encontro desse princípio.

Criamos a Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer, estamos investindo na construção de ginásios esportivos, pois sabemos da importancia do esporte para formação do jovem.

Acreditamos que são essas ações que darão um futuro digno para nossa juventude”, destacou Pritsch.

O ESCOTISMOCriado em 1º de agosto de 1907, o escotismo tem como princípio a complementação educacional e a formação do caráter da criança e adolescente a partir dos princípios básicos como respeito ao próximo.

“A escola ensina a teoria e no escotismo a criança aprende colocando em prática atividades que antes só via através dos livros.

O aprender fazendo é um dos princípios do escotismo”, disse Ferreira.

Ele destacou que existem grupos determinados pela idade da crianças.

O Lobinho, que atende crianças entre 6 e 9 anos, o Escoteiro, que é direcionado a quem tem entre 10 e 14 anos, Senior/Guia, de 15 a 18 anos e Pioneiros, entre 18 e 21 anos.

Os grupos de escoteiros aceitam crianças de ambos os sexos e contam com tropas mistas.

O evento que acontecerá em Rio Pardo é coordenado pelos diretores tecnicos dos grupos de escoteiros Itacolomi, Lailton Ferreira e Pendrágon, Clóvis Souza.