Rio+20 decepcionou os que esperavam resultados mais reais, diz Armando

PTB Notícias 27/06/2012, 17:16


Em discurso nesta quarta-feira, 27/06/2012, o senador Armando Monteiro (PTB – PE) disse que a Rio+20 decepcionou os que esperavam soluções mais palpáveis.

O senador afirmou que, na visão dos críticos o encontro apenas repetiu promessas e adiou ações.

Entre as decisões adiadas, está a que trata do mecanismo de financiamento ao desenvolvimento sustentável e o acesso a tecnologias mais limpas e o acordo global sobre a proteção da biodiversidade em alto-mar.

Considerado tímido, o documento O futuro que queremos deixou para 2015 a definição das metas sociais e ambientais: os chamados Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS, que deveriam substituir as atuais Metas do Milênio – explicou.

Armando disse que a conferência ocorreu em momento complexo e difícil tanto para as economias desenvolvidas como as emergentes e relatou que a presidente da República Dilma Rousseff prefere ver o encontro como um ponto de partida e não de chegada.

Mas não é pouco o processo instaurado – e a ser solidificado – que a Rio+20 deixou como legado.

A Assembleia Geral da ONU deverá criar, ainda em 2012, grupo de trabalho que dará prosseguimento aos compromissos firmados – afirmou.

O senador disse que a falta de resultados não exime o Brasil de já trabalhar para ter uma estratégia de captura das oportunidades da economia verde.

De acordo com ele, o país precisa avançar na agenda global rumo ao desenvolvimento sustentável.

Além disso, Armando Monteiro lembrou que a erradicação da pobreza é tema de destaque na agenda ambiental e ressaltou que políticas contra a pobreza são desafios já antecipados pelo Brasil e prioridade do governo.

O Brasil conta com uma combinação de recursos que o coloca em posição privilegiada para desenvolver-se de forma economicamente viável, ambientalmente sustentável e com inclusão social – disse.

Armando Monteiro finalizou dizendo que o grande desafio dos países é manter vivo o espírito de negociação e cooperação que tem gerado compromissos de países desenvolvidos e em desenvolvimento no enfrentamento de problemas globais.

Ivana Souza – Agência Trabalhista de Notícias, com informações da Agência Senado