Roberto Jefferson comenta crise dos cartões corporativos

PTB Notícias 5/02/2008, 9:31


O Presidente Nacional do PTB, Roberto Jefferson, comentou nesta segunda-feira (4/2), em seu blog na internet, sobre a crise dos cartões corporativos.

Leia abaixo o comentário de Roberto Jefferson:Abram o jogoA crise dos cartões corporativos não vai arrefecer tão cedo, ao contrário do que esperava o governo.

A cada dia surge nova denúncia de gastos esquisitos que primeiro alguém tenta minimizar, depois acobertar sob o cobertor esfarrapado da segurança nacional.

É preciso acabar com esse expediente que dá às compras de free shops e almoços em churrascarias status de estratégia sigilosa.

É preciso transparência e decência no trato da coisa pública.

Quem paga a conta tem direito de saber o que bancou.

E quem paga essa conta somos nós.

Sai CaroAs contas pagas com cartões corporativos de agentes que cuidam da segurança da filha de Lula, Luriam, que mora em Florianópolis, revelaram gastos de R$ 55 mil de abril a dezembro de 2007.

A maioria das despesas foi feita em lojas de autopeças e materiais de construção, com a média mensal saltando de R$ 2.

296 para R$ 6.

097 na comparação com o ano anterior.

Assessores correram a aventar que seriam gastos com manutenção de frota ou com instalação de equipamentos de segurança para a família da moça, mas invocam sigilo de segurança nacional para não darem maiores detalhes.

Só que é difícil acreditar que se troquem esses equipamentos todo santo mês.

E se a manutenção dos carros sai tão cara assim, era melhor licitar a compra de um zero quilômetro, não acham? No mínimo, era mais transparente.

Agência Trabalhista