Roberto Jefferson comenta prisão de dona da Daslu e frase de Lula

PTB Notícias 27/03/2009, 16:00


Leia abaixo comentários do Presidente Nacional do PTB, Roberto Jefferson, publicados em seu blog na internet ( (http://www.

blogdojefferson.

com/) www.

blogdojefferson.

com) nesta sexta-feira (27/3):Condenação ideológica (1) Por mais pecados que tenha a empresária Eliana Tranchesi, dona da Daslu, e ela com certeza os tem, é de causar estranheza o excesso de rigor empregado em sua prisão, além de todo o alarde no anúncio de uma sentença – de 94 anos! – que ainda está em 1ª instância.

Será que já é uma reação de caça à “elite branca de olhos azuis”? De mais a mais, foi curioso observar – nas entrevistas de TV – a satisfação no rosto do promotor, que mal parece ter saído da faculdade.

Estranhos tempos; mais que isso – perigosos.

Condenação ideológica (2)Agora que a Tranchesi está trancada, cuidado, mulheres ricas de São Paulo, amanhã eles podem vir para cima de vocês! O jogo do governo petista está posto: negros e índios contra brancos de olhos azuis e pobres e sem-terra contra clientes da Daslu.

Se o mensalão não tivesse existido, estaríamos passando drama semelhante ao vivido hoje por nossos irmãos bolivianos e venezuelanos.

Absurdos jurídicosA prisão de Eliana Tranchesi causou choque.

Para começar, ela estava em liberdade aguardando o julgamento há quatro anos, sem nunca tentar fugir.

Já a juíza, que jogou para a galera a midiática prisão, estava há quase um ano para sentenciar o processo.

Para piorar, o mandado não foi acompanhado da decisão – é mais um cidadão que vai preso sem saber porquê.

E tudo isso no mesmo ano em que o Supremo Tribunal Federal determinou que é necessário aguardar o fim do processo para levar alguém à prisão – exemplo da correção desta decisão do STF é a loucura de colocar uma sonegadora recém-condenada (atenção, não houve crime de violência!) no Carandiru.

Mas por quanto tempo ela ficará presa? Não sou vidente, mas vejo, em um futuro próximo, gente reclamando do Supremo Tribunal Federal.

Besteirol (1)Ao culpar a “gente branca de olhos azuis” pela crise global sob o argumento de que não conhece “nenhum banqueiro negro ou índio”, Lula deve ter esquecido que os há na África, assim como em muitos países árabes.

No Brasil poderia haver muitos índios ricos também, como nos Estados Unidos, em que eles são donos de cassinos milionários, se não houvesse uma política indigenista paternalista e demagógica que visa principalmente manter o emprego de antropólogos e ongueiros internacionais.

Lula deu, ontem, uma de Chávez – “por que non te callas”?Besteirol (2)Por acaso Marta Suplicy e Tarso Genro (com aquele jeito nórdico), louros de olhos verdes e azuis, não se enquadram no preconceito do presidente? Eu bem que desconfiava do Tarso Genro.

.

.

Xuxa, te cuida, hem?