Roberto Jefferson critica decisão do governo de conceder asilo político

PTB Notícias 15/01/2009, 12:50


Leia abaixo comentários do Presidente Nacional do PTB, Roberto Jefferson, publicados em seu blog na internet ( (http://www.

blogdojefferson.

com/) www.

blogdojefferson.

com) nesta quinta-feira (15/1):O rei da confusão O ministro Tarso Gerso, que andava meio sumido, tarda mas não falha em arrumar confusão.

Ele, na verdade, se superou.

Genro, que caçou e deportou atletas cubanos que tentavam fugir de Cuba (não eram sequer criminosos), agora concede asilo político a um terrorista e de quebra arranja incidente diplomático com a Itália.

Cesare Battisti era um extremista de um grupo chamado PAC, e, entre outros crimes, matou quatro pessoas.

Não duvido que acabe sendo incluído no programa de indenização a anistiados políticos e viva feliz para sempre no Brasil.

Ministério da Justiça e da IdeologiaAo entender que um criminoso, julgado e condenado pela justiça italiana por assassinato, é, na verdade, um perseguido político, além de desconsiderar posições diplomáticas contrárias do Itamaraty e do Comitê Nacional para os Refugiados, o ministro da Justiça mostra novamente toda a sua face ideológica e desagregadora.

Cesare Battisti, de 54 anos está fugindo há mais de 30 anos, sempre protegido pela esquerda do mundo inteiro.

Tarso Genro, ao assinar embaixo a defesa de Battisti preparada por seu companheiro petista, afronta a justiça de um país democrático como a Itália, cujo sistema judiciário está em pleno funcionamento, sem interferências de ditadores como na Venezuela de Chávez.

Mas a decisão de certo modo não surpreende.

O que mais se podia esperar de personagens que defendem, por exemplo, a legitimidade política das Farc, um grupo terrorista que seqüestra pessoas, mata, trafica drogas e armas e mantém em cativeiro mais de 700 pessoas? Este é o Brasil dessa esquerda.

Foi por ciúmeTem gente por aí dizendo que a decisão precipitada de Tarso Genro, ao conceder asilo político a Cesare Battisti, foi puro ciúme das fotos que circularam nesta semana mostrando a ministra Dilma Rousseff com visual repaginado.

De certo modo (ou por caminhos tortos), Tarso, sem fazer plástica nem repaginar aquele bigode, conseguiu tirar os holofotes de cima de sua maior adversária.