Roberto Jefferson defende protagonismo do PTB nas eleições e candidatura presidencial

Felipe Menezes 20/11/2019, 17:50


Imagem Crédito: Weleson Nascimento/PTB Nacional

A Direção Nacional do PTB promoveu nesta terça-feira (19) e quarta-feira (20), em Brasília, reunião com as lideranças nacionais e estaduais do partido, do PTB Mulher e da Juventude do PTB para elaborar o seu planejamento estratégico com vistas às eleições municipais de 2020 e gerais de 2022.

Conduzido pelo presidente Roberto Jefferson, o projeto tem por objetivo fazer com que o PTB se fortaleça cada vez mais como agremiação partidária, para que assim, com entusiasmo e perseverança redobrados, possa ajudar a construir um país digno, justo e próspero para os cidadãos brasileiros.

Durante o encontro, Roberto Jefferson enfatizou a necessidade de o PTB apresentar o maior número de candidatos a vereador e prefeito no ano que vem, no intuito de construir uma base sólida municipal. De acordo com o presidente, o PTB lançará candidatos a prefeito em cidades com mais de 100 mil habitantes e nas capitais.

“Apesar dos poucos recursos financeiros que teremos, o PTB precisa botar a cara na televisão. Temos que usar o tempo de TV em nosso favor, e não ficar a reboque de ninguém. Temos que disputar, sim, botar o peito na frente e pedir para os brasileiros votarem nos candidatos do 14, do PTB. Nós precisamos ser protagonistas, pois time que não joga não tem torcida. E o PTB só vai conseguir sobreviver se pusermos o nosso time em campo”, afirmou.

Na ocasião, o presidente ressaltou aos correligionários que a eleição municipal será essencial para o êxito da legenda no pleito de 2022, em especial na eleição de deputados federais, fator esse que, como explicou o líder petebista, é primordial para que a sigla permaneça em plena atividade.

A quantidade de votos obtidos por todos os candidatos à Câmara dos Deputados é primordial para uma agremiação partidária ter acesso ao tempo de televisão e aos recursos do fundo partidário.

Roberto Jefferson salientou ainda a importância de os dirigentes e lideranças do partido continuarem trabalhando em parceria com o PTB Nacional, contribuindo no planejamento de ações, estimulando os militantes e dando maior espaço aos movimentos jovem e, principalmente, feminino, a fim de “plantar a semente em 2020 para colher bons frutos em 2022”.

“Queremos que o PTB sobreviva, que passe de nós, que vá muito à frente do que somos hoje. Temos tudo para crescer, tudo para andar para frente, tudo para deixar o partido com a herança histórica que nos legou o presidente Getúlio Vargas, Ivete Vargas e Alberto Pasqualini”, ressaltou. “Nós vamos conseguir vencer no nosso partido. Não vamos permitir que a chama se apague”, corroborou.

Presidência

Além de destacar a relevância de aumentar a representatividade da legenda em âmbito municipal, estadual e federal, Roberto Jefferson defendeu também que o PTB “sonhe” com uma candidatura à Presidência da República.

“Não estamos sonhando alto. Temos que sonhar com uma candidatura, e temos nomes para tal. Temos lideranças no partido que foram ministros mais de uma vez. Quadros que têm condições de dar nome, rosto, dignidade, honra a uma disputa”, afirmou. “Não quero declarar no primeiro turno quem a gente vai apoiar, e sim que nós vamos ter candidato a presidente do Brasil”, frisou o líder petebista, que foi aplaudido pelos correligionários.

Planejamento estratégico

Nos dois dias de reunião, membros da Executiva Nacional, deputados federais e estaduais, presidentes regionais e lideranças do PTB Mulher e da Juventude do PTB participaram de rodas de debate com o propósito de compartilhar suas opiniões, para que possam ser somadas à construção do planejamento estratégico da sigla com vistas às futuras eleições.

As propostas apresentadas pelos petebistas, que nortearão a estratégia eleitoral, bem como sua missão, visão e valores do PTB, serão compiladas por Yuri Shirado, mestre em Ciência da Informação pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e consultora. Yuri foi a responsável pela coordenação das atividades nos dois dias de reunião.

Metas e IDP

Além disso, de acordo com informações fornecidas pelos estados ao grupo de trabalho Comissão Eleições 2020/2022, foi exposta a meta do partido para as duas próximas eleições. Em 2020, o PTB almeja eleger 3.289 vereadores e 505 prefeitos. Em 2022, o objetivo é eleger 24 deputados federais. Em comparação ao pleito de 2016, os números representam um acréscimo de 7% e 94%, respectivamente para vereador (3.053) e prefeito (260). Sobre 2018, quando o partido elegeu 10 federais, será um aumento de 140%.

Também no encontro, os ex-deputados Alex Canziani (PR), secretário do grupo de trabalho, e Cristiane Brasil (RJ) apresentaram os critérios do Índice de Desenvolvimento Petebista (IDP), que tem por objetivo avaliar a situação e a atuação da legenda nas 27 unidades da Federação em parâmetros de estrutura partidária e diretório. Na ocasião, os estados foram premiados com o IDP 2019 com base nos dados de 2018, que teve o Rio Grande do Sul como o primeiro colocado.