Roberto Jefferson, em nome do PTB, lamenta morte do ministro Teori Zavascki, do STF

PTB Notícias 19/01/2017, 19:33


Imagem

O Presidente do PTB, Roberto Jefferson, divulgou nota, no final da tarde desta quinta-feira (19/01), externando seu mais profundo pesar pela trágica morte do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal. O ministro faleceu no início da tarde, em um acidente de avião na costa de Paraty (RJ), junto com outros três passageiros.

“Nós, do Partido Trabalhista Brasileiro, recebemos com profundo choque, pesar e consternação a notícia sobre o acidente de avião que vitimou o ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, além de outros três passageiros. O ministro Teori honrou, nesses últimos quatro anos, a cadeira que ocupou na Suprema Corte brasileira, e conquistou o respeito da sociedade por atributos como a sua firmeza, sua discrição, seu profundo saber jurídico, sua isenção e correção, demonstrados em toda a sua longa carreira no Poder Judiciário. Os membros do PTB em todo o País lamentam essa enorme perda para o Brasil, e expressam o seu mais profundo sentimento de carinho e solidariedade às famílias do ministro Zavascki e de todas as vítimas deste trágico acidente”, disse Roberto Jefferson.

Carreira

Nascido em Faxinal dos Guedes (SC), Teori Zawascki tinha 69 anos. Era ministro do STF desde 2012, tendo sido indicado ao cargo pela então presidente da República, Dilma Rousseff. Ele também foi ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), presidiu o Tribunal Regional Federal da 4ª região (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná) entre 2001 a 2003 e atuou como juiz do Tribunal Regional Eleitoral na década de 1990. Ele ingressou na carreira jurídica em 1971, em Porto Alegre, como advogado concursado do Banco Central, onde atuou por sete anos. No anos 80, o magistrado se transferiu para a superintendência jurídica do Banco Meridional do Brasil. Viúvo desde 2013, Teori deixa três filhos.

Agência Trabalhista de Notícias