Roberto Jefferson: “O Renan fez do Senado um quarto de motel”

PTB Notícias 14/10/2007, 10:43


Leia abaixo matéria publicada no jornal Diário do Amapá, edição deste domingo, 14 de outubro:Roberto Jeferson no AP: “O Renan fez do Senado um quarto de motel”Um dos mais polêmicos políticos do país nos últimos anos, o carioca Roberto Jéferson, presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), está em Macapá desde ontem, para, entre outras atividades, prestigiar o Círio de Nazaré.

Mas nem mesmo o fervor católico fez o homem frear a língua.

Em entrevista coletiva, voltou a atacar o governo do presidente Lula e o presidente licenciado do Senado Federal, o alagoano Renan Calheiros (PMDB-AL).

Na verdade o pivô do escândalo do mensalão estava “light” no café da manhã com os jornalistas, realizado na residência do presidente regional da legenda, o ex-deputado Eduardo Seabra.

Provocado, ele não hesitou em responder a questões como se estava arrependido de ser o delator do esquema.

“Não me arrependo.

Mas não sou nenhum herói, só não sou o vilão que tentaram fazer de mim”, ponderou.

Ele disse que o presidente Lula deveria entrar para o livro dos recordes, como o chefe de Estado mais corrupto que o Brasil já teve.

“Ele quis fazer da corrupção um pré-Pan, para ganhar a medalha de ouro e ser galgado ao pódio”, disse.

Sobre Renan Calheiros, foi ainda mais irônico, ao afirmar que o presidente do Congresso Nacional fez do parlamento uma casa de alcova.

“Ninguém está livre de se apaixonar por uma mulher bonita, ninguém.

Você só não pode transformar o Senado num quarto de motel”, afirmando que Calheiros demorou a se afastar do cargo de presidente.