Roberto Jefferson participa de encontro estadual do PTB no Maranhão

PTB Notícias 23/03/2007, 8:25


A reestruturação do Partido Trabalhista Brasileiro no Maranhão foi um dos temas abordados no Encontro Estadual do PTB, realizado nesta sexta-feira, 23, no Rio Poty Hotel, em São Luís.

O Encontro estadual contou com a presença do presidente da legenda, Roberto Jefferson, e o presidente do diretório regional, deputado Pedro Fernandes.

Também estiveram presentes o ex-deputado estadual Manuel Riberio, o presidente do Movimento da Juventude Petebista (MJT), Anderxon Xavier, além de vários prefeitos, vereadores, lideranças municipais e comunitárias.

“Vamos trabalhar para fortalecer o partido nos 217 municípios maranhenses, e com força e cacife político para participar das chapas majoritárias nas próximas eleições”, garantiu o deputado Pedro Fernandes, que fez o discurso de abertura do encontro.

Logo após a abertura do encontro, o cientista político Paulo Kramer, professor da Universidade de Brasília, proferiu palestra com o tema “política como vocação”.

Paulo Kramer lembrou a ética da responsabilidade que dever ser exercida pelo político e que ela serve de parâmetro para o PTB nesse novo momento de fortalecimento partidário vivido no Maranhão.

Cantando “Ave Maria”, o presidente do PTB, Roberto Jeferson, iniciou seu discurso para os participantes do encontro no Rio Poty Hotel.

Roberto Jefferson foi bastante aplaudido pelos presentes ao falar sobre as pewrspectivas do partido não só no Maranhão, mas em todo o Brasil com vistas às eleições municipais de 2008.

Roberto Jefferson afirmou que o partido deve exercer o seu papel histórico na política brasileira, lembrando sempre que a “política como objeto de poder, brutaliza o homem”.

Jefferson convidou todos a participar da consolidação das bases do partido para as próximas eleições.

“Vamos lançar candidatos na maoria dos municípios do País, e através deles levar a mensagem do nosso partido, com alternativa para mudarmos esse Brasil”, disse o presidente do PTB.

Jefferson ressaltou que a fusão do PAN com o PTB uniu dois partidos que representam, por um lado, os aposentados, e por outro a CLT, um dos marcos do trabalhismo iniciado por Getúlio Vargas.

Roberto Jerferson fez questão de dizer que o seu indiciamento pela Polícia Federal é político, e que ele não irá se render.

“O procurador da República, Bruno Aciolly, um menino de recado do PT, que quer colecionar reputações de seres humanos para colocar em sua galeria.

Mas ele vai me enfrentar como homem”, avisou.

Confira abaixo algumas fotos do evento:Agência Trabalhista de Notícias