Roberto Naves assina ordem de serviço para construção do Centro Dia do Idoso

Agência Trabalhista de Notícias - 7/12/2018, 8:39

Crédito: Daniel Carvalho/PMA

Imagem

O prefeito de Anápolis (GO), Roberto Naves (PTB), assinou na quinta-feira (6) a ordem de serviço para construção do Centro Dia do Idoso. A unidade funcionará como uma espécie de ‘Creche do Idoso’, oferecendo proteção e cuidado a pessoas acima de 60 anos que residem ou mantêm vínculos com suas famílias, mas não dispõem de atendimento em tempo integral em suas casas.

O local vai dispor de área construída de 344,75 metros quadrados com salas de repouso, de atividades coletivas e individuais, ambulatório, academia e refeitório. Há também espaço para o cultivo de quatro hortas. Esta é uma iniciativa encampada pela vereadora Vilma Rodrigues, falecida em março deste ano, e que foi abraçada pelo prefeito petebista.

Roberto Naves reafirmou seu compromisso de colocar em prática o desejo da vereadora de construir um espaço para oferecer cuidado e proteção aos idosos em situação de vulnerabilidade. “Estou muito satisfeito por conseguir cumprir uma promessa feita a uma amiga querida e de oferecer a quem precisa um serviço que lhe dará segurança e tranquilidade”, destacou.

Com investimento da ordem de R$ 784 mil, a obra conta com recursos repassados pelo governo estadual – R$ 600 mil – e contrapartida do município. Naves afirma que é uma das prioridades de sua gestão o fortalecimento das políticas públicas de assistência social em todas as áreas.

“Temos trabalhado fortemente nesse sentido e estamos atentos ao fato de que à medida que aumenta a população idosa, cresce a necessidade de serviços de atendimento especializados e de profissionais cuidadores”, destacou.

Como funciona

O Centro Dia do Idoso é um serviço destinado à atenção diurna (funcionando, em geral, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h), explicou a secretária interina de Desenvolvimento Social, Trabalho, Emprego e Renda, Eerizânia de Freitas Lobo. É seu objetivo não apenas a proteção, mas também a melhoria da qualidade de vida e a manutenção da autonomia da pessoa idosa, a prevenção do acolhimento em instituição de longa permanência, a melhoria das condições de vida dos familiares (que passam a contar com suporte para o cuidado de seus parentes idosos, sem que isto represente a perda de vínculos) e a diminuição da sobrecarga de trabalho dos cuidadores domésticos.

Classificado pelo Conselho Nacional da Assistência Social com um Serviço de Proteção Social Especial de Média Complexidade, o Centro Dia do Idoso caracteriza-se como um espaço para atender idosos que possuem algumas limitações para a realização das atividades da vida diária, como alimentação, mobilidade e higiene; que não possuem comprometimento cognitivo severo ou que apresentam perdas cognitivas leves ou moderadas; que na maioria das vezes ainda residem ou mantêm vínculos com suas famílias, mas não dispõem de atendimento em tempo integral em seus domicílios.

Com informações da Prefeitura de Anápolis