Rodrigo Valadares comemora sucesso das manifestações de 1º de maio

PTB Notícias 4/05/2021, 14:17


Imagem

O dia do trabalhador deste ano ficou marcado pelas maiores manifestações de rua desde a eleição de Bolsonaro em 2018. O ato de protesto foi desencadeado pelos milhares de brasileiros que estão impedidos de trabalhar e que perderam seus empregos, em decorrência de medidas arbitrárias instituídas por governadores e prefeitos. Por isso, representantes do Partido Trabalhista Brasileiro foram às ruas por todo o país para também apresentar a defesa de alguns princípios, como o voto impresso, as reformas do Estado e a defesa da liberdade contra o socialismo.

O presidente do PTB de Sergipe e deputado estadual, Rodrigo Valadares, comemorou o sucesso que foi o ato e lamentou o desconhecimento e desqualificação da imprensa. O parlamentar não pôde participar da manifestação por estar com suspeita de Covid-19, mas se manifestou: “Infelizmente não pude estar ativamente presente nesta ação, mas acompanhei a distância e pude ver, mais uma vez, o quanto a imprensa brasileira continua sendo parcial, mostrando apenas o lado que a convém. Foi uma manifestação linda, gigante e que veio para mostrar nossa luta pelos brasileiros, trabalhadores e por nossa pátria amada”, disse.

Em Sergipe, Rodrigo Valadares tem sido um parlamentar questionador das ações tomadas pelo governo do estado desde o início da pandemia e, por meio do parlamento, tem buscado ajudar a população.

“É um momento crítico para todos e temos tentado buscar ainda mais o apoio público à população. Continuaremos cobrando na ALESE, nas redes sociais e de várias outras formas, para que os sergipanos tenham suas necessidades atendidas. Já protocolamos um projeto de lei que visa aumentar o valor do auxílio emergencial de R$ 100 para R$ 300, além de auxílio a classe artística e produtores de eventos, que são os mais afetados pela pandemia, questionamos a eficácia do toque de recolher e o porquê do estoque de vacinação, dentre outras”, pontuou.

Ainda, segundo o parlamentar, por ser de oposição, seu trabalho se torna mais difícil, mas isso não será motivo de desistência em sua luta pelos sergipanos. Rodrigo afirma que a batalha não é fácil, mas que continuará lutando pelo povo sergipano, em busca de melhorias, principalmente neste momento, pois essa é a sua real prioridade.