Rodrigo Valadares defende política de mobilidade sustentável para Aracaju

PTB Notícias 10/12/2019, 8:31


Imagem Crédito: Jadílson Simões/Alese

O deputado Rodrigo Valadares (PTB) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa de Sergipe, na segunda-feira (9), para comentar as medidas de infraestrutura recentemente anunciadas pelo prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, que vão retirar o canteiro central da Avenida Hermes Fontes para construir corredores do transporte coletivo com a justificativa de promover mais mobilidade urbana à cidade.

Antes de iniciar sua fala, o parlamentar fez uma saudação ao vereador Cabo Amintas (PTB) e aos profissionais da segurança pública que se encontravam nas galerias da Alese em protesto contra o governo do Estado. Em seguida, fez um comparativo da “Aracaju sustentável” que ele projeta e da que vem sendo desenvolvida pelo prefeito.

“Tenho consciência que é um tema polêmico. A Prefeitura de Aracaju quer retirar os canteiros e as árvores para construir corredores de ônibus. Mas a mobilidade urbana sustentável do século 21, a que as cidades mais modernas do mundo estão utilizando, é diferente desse modelo ultrapassado da nossa capital. Tinha que buscar uma solução sobre trilhos, que é menos poluente e por um custo muito menor, como o VLT, o trem ou o metrô”, pontuou o deputado.

Em seguida, o petebista disse que em Aracaju os governantes insistem na fórmula do transporte tradicional que não resolve. Ele colocou que a prefeitura deveria associar os ônibus com mais ciclovias, visando uma maior mobilidade da cidade, com mais arborização. “Fica mais agradável o clima, fica mais bonito. Já temos pouquíssimas árvores na nossa cidade e ainda querem derrubar centenas para construir corredores?”, questionou.

O deputado voltou a defender a mobilidade urbana sustentável para Aracaju dizendo que a cidade é plana e sofre sem um problema eficaz de arborização. “A prefeitura usa muito pouco as outras modalidades de transporte, que poderia ser uma solução. Bastava investir mais em ciclovias, por exemplo. Isso daria mais agilidade e não esses ‘elefantes brancos’. Gastaram com o BRT, que não deu certo, e agora com esses corredores sem responsabilidade ambiental.”

Rodrigo Valadares disse que até agora o prefeito de Aracaju não promoveu a licitação do transporte coletivo e que a capital sergipana tem a passagem mais cara do Nordeste. “As pessoas não têm uma solução definitiva para o problema. Com mais árvores, você consegue baixar em até 5 graus a temperatura ambiente. Mas insistem nas fórmulas antigas e em obras eleitoreiras que não funcionam, a menos que sejam para favorecer algum aliado de campanha. Queremos uma Aracaju moderna e sustentável”, afirmou.

Com informações da Assembleia Legislativa de Sergipe