Romeu Tuma e senadores da oposição criticaram pronunciamento de Lula

PTB Notícias 30/12/2007, 20:38


Senadores da oposição e até mesmo da base governista criticaram o teor do último pronunciamento em cadeia de rádio e TV do presidente Lula no ano de 2007.

O inventário otimista das ações do governo e a menção a processo “truncado” de avanço na saúde por causa do fim da CPMF serviram de munição aos adversários.

Considerado como sendo um parlamentar da base de apoio do governo, o senador Romeu Tuma, do PTB de São Paulo, disse que, ao assistir ao pronunciamento de Lula, confirmou ter agido corretamente quando votou contra o governo.

“O presidente foi réu confesso”, afirmou Tuma.

“Ele disse que o dinheiro do imposto do cheque seria usado para a assistência médica das crianças.

E o que foi feito com a CPMF nesses anos todos, se o governo admitiu que não fazia o que já deveria ter feito?”, questionou o senador petebista.

Embora a estocada de Lula na oposição tenha sido leve, tanto tucanos como integrantes do DEM reagiram em decibéis elevados.

“Lula deveria fazer uma discussão séria e honesta sobre o gasto público, o Orçamento e os investimentos, mas isso nunca ocorreu nos cinco anos do governo dele”, protestou o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE).

“Basta ver a tramitação do Orçamento no Congresso, que é um escândalo.

” Para ele, Lula “passou a impressão de que não sabe perder”.

fonte: Jornal Estado de S.

Paulo