Romeu Tuma quer punição para brigas em plenário no Senado

PTB Notícias 12/08/2009, 8:22


O senador Romeu Tuma (PTB/SP), corregedor-geral do Senado, enviará à mesa-diretora da Casa uma recomendação para que eventuais brigas em plenário sejam punidas.

A medida, que foi lida na sessão ordinária desta terça-feira (11/08), foi tomada depois que ânimos exaltados renderam fortes discussões entre os parlamentares na última semana.

O primeiro bate-boca ocorreu no dia 3 de agosto entre os senadores Pedro Simon (PMDB-RS), Fernando Collor (PTB-AL) e Renan Calheiros (PMDB-RS).

Renan acusou seu colega de partido de defender o afastamento de Sarney, por não ter sido escolhido para a vaga de vice-presidente na chapa que elegeu Tancredo Neves como presidente da República, em 1985.

Já Fernando Collor pediu que Simon evitasse “pronunciar seu nome no Senado”, pois do contrário ele “gostaria de relembrar alguns momentos extremamente incômodos” a Simon.

Na última quinta-feira (6), foi a vez Renan Calheiros (PMDB-AL) trocar ofensas com Tasso Jereissati (PSDB-CE) .

O peemedebista teria acusado o colega de “coronel”, ao que Tasso respondeu: “coronel cangaceiro de terceira categoria”.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do Diário do Grande ABC)