Ronaldo Santini integra discussões da Frente em Defesa da Saúde Pública

PTB Notícias 15/09/2015, 6:56


Representando a Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas e Hospitais Filantrópicos da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, o deputado Ronaldo Santini (PTB) participou na segunda-feira (14/9/2015) da Assembleia Pública em Defesa da Saúde.

Servidores do setor e representantes municipais lotaram o auditório Dante Barone, da Assembleia gaúcha.

O foco central do debate foi a crise do cofinanciamento da saúde pública no Estado, que ameaça gravemente os municípios, os hospitais e os trabalhadores.

Ainda discutiu-se medidas para auxiliar as instituições de saúde a superarem a crise financeira, por conta da redução dos recursos e defasagem das tabelas de repasses públicos.

Santini ressaltou que a crise está sendo deflagrada nos municípios.

“É na porta dos hospitais e nas secretarias municipais de Saúde que a população está batendo em busca de atendimento.

Os trabalhadores, além de não estarem recebendo em dia, acabam sendo vítimas da revolta das pessoas não atendidas.

Apesar dos esforços do próprio governo do Estado e da nossa Federação das Santas Casas em busca de solução para a crise, não há uma perspectiva de melhora e o custeio da saúde está ficando inviável”, destacou.

O parlamentar acrescentou que se não tiver dinheiro para manter as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), estas serão fechadas, outras nem serão abertas.

“Os prefeitos, por sua vez, serão obrigados a demitir funcionários da saúde e quem vai pagar a conta são os pacientes”, frisou o vice-presidente do Legislativo estadual, defendendo a correção da Tabela do Sistema Único de Saúde (SUS).

Ronaldo Santini lembrou ainda que, em março deste ano, uma assembleia, liderada pela frente parlamentar que preside, chamou a atenção para o iminente caos da saúde pública.

A assembleia pública foi iniciativa da Frente Gaúcha em Defesa da Saúde Pública, composta pela Frente Parlamentar das Santas Casas, Famurs, Associação Gaúcha de Municípios (AGM), Federação das Santas Casas do RS, Federação dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Estado (Feessers), OAB, Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), Sindicato dos Enfermeiros do RS (Sergs), Sindisaúde, União dos Vereadores do RS (Uvergs), Parlamento Metropolitano, Conselho Regional de Farmácia (CRF) e Central de Movimentos Populares (CMP).

Todas estas instituições se fizeram representadas no evento por seus dirigentes.

A coordenação dos trabalhos ficou por conta do deputado Tarcísio Zimmermann (PT).

Além de Santini também presentes os demais deputados estaduais Altemir Tortelli, Jeferson Fernandes, Adão Villaverde, Luiz Fernando Mainardi (PT), Zilá Breitenbach (PSDB), João Fischer (PP) e Gilmar Sossella (PDT); os deputados federais Henrique Fontana e Dionilso Marcon (PT); prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais de saúde, vereadores, entre outras autoridades.

O secretário estadual da Saúde, João Gabbardo, representou o governo gaúcho, relatando as medidas que estão sendo tomadas e projetadas, com objetivo de amenizar a crise do setor.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria da bancada do PTB na Assembleia Legislativa do Rio Grande do SulFoto: Marcos Eifler/Agência ALRS