Rony Alves propõe audiência sobre crise de segurança nos presídios do PR

PTB Notícias 24/11/2014, 7:39


O problema de rebeliões que atingiram as unidades prisionais do Paraná neste ano, com cerca de 23 motins, mostrando uma crise de gestão das penitenciárias será o tema de uma audiência pública, nesta segunda-feira (24/11/2014), na Câmara Municipal de Londrina.

A audiência foi agendada há quase um mês pelo presidente da Câmara, vereador Rony Alves (PTB), após reuniões com agentes penitenciários que relataram problemas na estrutura de segurança.

Ele diz que o encontro vai reunir representantes de diferentes segmentos da sociedade civil, agentes públicos e gestores, procurando aprovar, ao final deste encontro, uma carta de intenções com propostas para melhoria das condições de segurança das penitenciárias.

Este documento será encaminhado ao governador Beto Richa (PSDB).

O vereador enfatiza que Londrina, por sediar duas penitenciárias estaduais, a PEL I e a PEL II, corre o risco de enfrentar situações semelhantes às que ocorreram em outras unidades distribuídas no Paraná.

“Já apuramos e já tivemos informações de que a situação é bem complicada, já que em Londrina faltam muitos instrumentos básicos para garantir a segurança dos agentes e dos próprios presos, numa eventual rebelião”, diz.

“A situação é séria, precisa ser debatida, exposta para que se encontrem soluções”, ressalta Rony Alves.

Durante a audiência são esperados representantes do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen), da Pastoral Carcerária, do Movimento Nacional dos Direitos Humanos, universitários e docentes dos cursos de Direito.

O evento é aberto à participação da comunidade em geral.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal O Diário.

com Foto: Divulgação/Assessoria