Roque Neto, prefeito interino de Londrina, anuncia nomes de secretariado

PTB Notícias 5/01/2009, 11:32


O prefeito interino de Londrina, padre Roque Neto (PTB/PR) anunciará, na tarde desta segunda-feira (05/01), os nomes que vão compor o secretariado provisório escolhido em reuniões entre os partidos da coalizão PT-PMDB-PSDB-PTB, que se movimentaram durante este fim de semana.

Entre os novos secretários já anunciados estão o ex-vereador Tercílio Turini (que ocupará a secretaria de governo), o do ex-secretário da Fazenda Rubens Menolli (que acumularia a Fazenda e o Planejamento), Camila Kauam Menezes Zulian (que continuará a frente da Administração de Cemitérios e Serviços Funerários, Acesf) e Nilso Paulo da Silva (para acumular Procuradoria, Corregedoria-Geral e Secretaria de Gestão Pública).

Neste domingo (04/1), líderes partidários mantiveram um pacto de silêncio para evitar o vazamento de informações desencontradas sobre a lista de secretários interinos.

Embora a maioria dos nomes seja consenso entre a coalizão, o PTB do deputado federal Alex Canziani surpreendeu e exigiu exclusividade para a sigla compor a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), responsável por importantes setores da área pública municipal como a coleta de lixo e a gerência do transporte coletivo.

Outro importante cargo que ainda não tem um nome definido é o de diretor da Sercomtel, empresa de telefonia fixa e móvel.

O nome deverá ser definido até a noite deste domingo, contudo, o grupo tem dúvidas se opta por um funcionário de carreira da empresa ou um empresário local de expressividade.

A ex-secretária executiva do Ministério de Desenvolvimento Social, ex-vereadora Marcia Lopes (PT), foi convidada para unificar a secretaria de Ação Social com as da Mulher e do Idoso, mas teria rejeitado a indicação por prioridades pessoais.

Com a recusa, a solução caseira passou a ser a funcionária de carreira Sandra Nishimura, ex-coordenadora do Programa Municipal de Economia Solidária, no entanto, a confirmação dever ser feita somente na segunda.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do Apucarana Notícias)