RS: Aprovada emenda solicitada por Santini para hospitais filantrópicos

PTB Notícias 21/11/2014, 7:12


A Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou, na quinta-feira (20/11/2014), a emenda de R$ 183 milhões, à peça orçamentária estadual de 2015, que amplia a previsão de recursos para custeio dos hospitais filantrópicos do Estado.

A solicitação do deputado Ronaldo Santini (PTB), que preside a Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas na Área da Saúde, foi atendida e apresentada pelo relator do orçamento, deputado Marlon Santos (PDT).

Essa medida indica investimentos de R$ 300 milhões para o cofinanciamento dessas instituições, que prestam serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS).

A sessão realizada no Plenarinho da Assembleia Legislativa apreciou o projeto de lei 199/2014, proposto pelo Executivo, que estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício econômico-financeiro do próximo ano.

Ao comemorar a indicação dos investimentos, Ronaldo Santini confirma seu compromisso com as entidades integrantes da Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficientes, Religiosos e Filantrópicos do RS.

Em recente reunião, na presença do presidente da entidade representativa, Júlio Dornelles de Matos, e de dirigentes hospitalares filiados, o líder da frente parlamentar e a secretária estadual da Saúde, Sandra Fagundes, comprometeram-se a trabalhar para atingir esta meta.

“Hoje estamos vencendo mais uma etapa em favor da manutenção das 245 unidades hospitalares com suas portas abertas, oferecendo o serviço de saúde pública à nossa população, papel que desempenham com excelência”, destacou Santini.

Ele agradeceu ao relator e aos demais deputados da comissão que aprovaram a proposta.

O parlamentar ressalta que o aumento dos repasses para despesas correntes de Santas Casas e hospitais filantrópicos precisa ser gradativo e anual.

Para 2014 foram ampliados os recursos de R$ 60 para R$ 250 milhões e para o próximo ano, de acordo com o projeto aprovado, deverão ser aplicados R$ 50 milhões a mais.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria do deputado Ronaldo Santini (PTB-RS) Foto: Ederson da Rocha/Assessoria