RS: Santini é reconduzido à presidência da Frente de Apoio às Santas Casas

PTB Notícias 6/04/2015, 16:37


Em reunião realizada na quarta-feira (1/4/2015), o deputado Ronaldo Santini (PTB) foi reconduzido à presidência da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas na Área da Saúde da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

O encontro, realizado na Federação das Santas Casas do Estado, foi organizado pela diretoria da entidade, que também apresentou seu novo presidente, o diretor do Hospital Pompeia de Caxias do Sul, Francisco Ferrer, em substituição a Julio Dornelles de Matos.

Após três anos e meio de trabalho, diante do movimento parlamentar, Santini liderou campanhas que resultaram em avanços significativos em benefício dos hospitais filantrópicos, responsáveis por mais de 70% dos serviços de saúde à população gaúcha.

Diante de colegas deputados e dirigentes hospitalares de todas as regiões do Estado, Santini reafirmou seu compromisso com a causa e garantiu que continuará liderando os trabalhos na busca de recursos para o segmento.

“Nosso objetivo máximo é manter abertas as portas dos 245 hospitais filantrópicos do Rio Grande do Sul, defendendo prioritariamente a manutenção dos contratos de serviços e programas de atendimento à população.

Por isso solicito o engajamento dos colegas deputados, para que continuemos somando forças em prol desta causa justa e necessária”, comentou.

O trabalho em parceria também foi destacado.

“Nosso segmento obteve muitas conquistas após a criação da Frente Parlamentar e inclusão desta força nas tratativas com as esferas governamentais”, frisou o ex-presidente da Federação Julio Dornelles de Matos.

“A união de forças continuará fazendo a diferença e, por isso, precisamos da potencialidade política da Frente Parlamentar, liderada pelo Santini e demais deputados”, afirmou o novo presidente, Francisco Ferrer.

A reformulação da Frente Parlamentar contará com inserção dos novos deputados estaduais eleitos, em substituição aos que saíram na troca de mandato, para atuarem de forma regionalizada, de acordo com suas bases eleitorais.

Este sistema de construção da diretoria da frente segue o acordo feito pelos integrantes que participaram da instalação dos trabalhos, em 2012.

Também foram elencadas pelos presentes as pautas prioritárias que contarão com a mediação da frente, nas discussões entre as entidades hospitalares e o governo estadual.

São elas: retomada das tratativas do IHOSP/Co-financiamento como política estadual e não como projeto de governo; ampliação do custeio, tendo em vista do deficit existente no Rio Grande do Sul de R$ 404 milhões; criação de cursos técnicos, devido à escassez de profissionais qualificados no setor; desoneração do ICMS da água, luz e telefone dos hospitais filantrópicos; discussão do impacto gerado pelo piso regional; Lei de Incentivo à Saúde; liberação de alvarás: PPCI e Vigilância em Saúde; apoiar e compartilhar as pautas da Frente Nacional sobre o mesmo tema, que visam ampliação e criação de incentivos de custeio para média e alta complexidade.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria do deputado Ronaldo Santini (PTB-RS)Foto: Ederson da Rocha/Assessoria