RS: Santini participa do Dia D das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos

PTB Notícias 7/05/2015, 9:25


O vice-presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul e presidente da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, deputado Ronaldo Santini (PTB), esteve na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (RS), na quarta-feira (6/5/2015), para participar do “Dia D” dos hospitais filantrópicos do Estado.

A mobilização, organizada pela Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, que promoveu atividades em 245 unidades, de 220 municípios, apresentou um balanço da prestação de serviços dos hospitais e o deficit financeiro que ultrapassa R$ 1,2 bilhão.

O diretor-geral da Santa Casa, Júlio Dornelles de Matos, juntamente com o provedor Alfredo Englert, apresentaram um diagnóstico financeiro do complexo hospitalar e as dificuldades de manter a demanda de atendimentos, devido corte de gastos do governo gaúcho.

Isso provocou a redução dos repasses para custeio dos serviços prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Juntando os atrasos de outubro e novembro de 2014 com o cofinanciamento de janeiro a abril deste ano, a Santa Casa projetava receber da Secretaria Estadual da Saúde cerca de R$ 15 milhões, conforme informou a diretoria.

Os dirigentes também anunciaram o fechamento de 118 leitos nos sete hospitais do grupo.

Caso a situação de crise permaneça, durante este ano, deixarão de ser realizadas 50.

894 consultas, 4.

312 internações e 3.

387 cirurgias, além de outros procedimentos.

Diante de dirigentes hospitalares, médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde da Santa Casa, que paralisaram seus trabalhos por uma hora, Ronaldo Santini falou em nome do Parlamento gaúcho, na presença dos deputados Tarcísio Zimmermann (PT), vice-presidente da Comissão de Saúde da Assembleia; João Reinelli (PV), Zilá Breitenbach (PSDB) e Altemir Tortelli (PT).

“Por articulação da Frente Parlamentar, a Assembleia Legislativa participou diretamente da garantia de significativos avanços financeiros para custeio da saúde.

Somente para 2015 indicamos R$ 300 milhões para esta finalidade, por isso queremos o cumprimento total deste orçamento que financia os serviços contratualizados com os hospitais através do Ihosp (Incentivo Hospitalar)”, destacou.

No âmbito federal, Santini salientou a necessidade de revisão da Tabela SUS e a destinação de emendas parlamentares também para custeio e não somente para investimento.

O petebista informou que protocolou nesta semana um projeto de lei prevendo a isenção de ICMS das contas de energia elétrica, telefonia e gás dos hospitais.

Presentes no ato o procurador de Justiça da Procuradoria de Fundações do Ministério Público, Antônio Carlos de Avelar Bastos; o presidente da Confederação das Misericórdias Brasileiras (CMB), Edson Rogatti; dirigentes da Federação das Santas Casas, Sérgio Vallim e Jairo Tessari; representantes de outros hospitais filantrópicos de Porto Alegre, entre outras autoridades.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria do deputado Ronaldo Santini (PTB-RS)Foto: Ederson da Rocha/Assessoria