Rstom defende criação de programa de controle de hipotireoidismo infantil

PTB Notícias 4/03/2016, 9:28


O vereador Flávio Rstom (PTB), de São Caetano do Sul (SP), apresentou projeto de lei que prevê a criação de programa de Conscientização, Controle e Tratamento do hipotireoidismo e hipertireoidismo infantil.

As ações descritas na proposta do parlamentar visam o acompanhamento de crianças matriculadas nas escolas públicas municipais, para que, uma vez diagnosticada a doença, possam ser encaminhadas o mais breve possível para o devido tratamento.

O hipotireoidismo é definido como a baixa produção hormonal da glândula tireoide.

Já o hipertireoidismo é um distúrbio causado pelo elevado nível de hormônio tireoide.

Ambos afetam milhões de milhões de brasileiros, inclusive crianças e jovens.

“Um dos principais entraves para o tratamento adequado do hipo e hipertireoidismo é a dificuldade de diagnosticá-los, visto que os seus sintomas mais comuns são pouco específicos e se confundem com outros problemas de saúde.

Por isso, torna-se imprescindível a criação de programas permanentes de prevenção, controle e combate a doença”, ressalta Rstom, que também é médico pediatra.

Rstom destaca, ainda, que “a abordagem infanto-juvenil deve ser feita de forma criteriosa, ouvindo atentamente as queixas dos familiares e os sinais e sintomas clínicos da criança, a fim de saber abordar as questões envolvidas, gerando o mínimo de estresse e prejuízo para a criança e os familiares”.

O texto do projeto prevê a realização de campanhas informativas sobre as doenças, avaliações médicas preventivas, exames periódicos, capacitação de servidores públicos para atendimento dos pacientes e tratamento adequado para as crianças e adolescentes diagnosticados com hipo ou hipertireoidismo.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Jornal Imprensa ABC Foto: Divulgação/Assessoria