Sancionada Lei de Jaqueline Silva que cria Dia da Capoeira no DF

PTB Notícias 21/10/2020, 6:35


Imagem

O dia da capoeira e do capoeirista entrou para a o calendário oficial de eventos comemorativos do Distrito Federal. A medida, publicada na terça-feira (20) no Diário Oficial do DF (DODF), foi sancionada pelo governador Ibaneis Rocha. O texto descreve que o objetivo é “valorizar a cultura da capoeira no Distrito Federal”.

A iniciativa partiu de um projeto de lei da deputada Jaqueline Silva (PTB-DF), aprovado pela Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) em setembro. O texto modificou lei de 2002. Antes, celebrava-se apenas o dia da capoeira, sem menção aos capoeiristas, em 12 de junho.

O dia do capoeirista é celebrado pelo país desde 1985, quando o estado de São Paulo criou uma lei nesse sentido em 3 de agosto, por isso, foi fixada essa data.

A roda de capoeira é considerada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como patrimônio imaterial brasileiro, e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) a registrou como patrimônio da humanidade.

A prática de povos africanos foi marginalizada no Brasil e chegou a ser proibida em 1890 pelo então presidente, Deodoro da Fonseca. A capoeira só deixou de ser criminalizada em 1937, quando foi convertida em esporte nacional. Ela foi trazida ao país pelos povos africanos escravizados no século XVI.

Com informações do Correio Braziliense