Sancionada nova regra de aposentadoria proposta pelo PTB

PTB Notícias 5/11/2015, 21:00


A presidente Dilma Rousseff sancionou, com vetos, nesta quinta-feira (5/11/2015), a lei que altera as regras de cálculo de aposentadorias a partir da fórmula 85/95.

A lei é fruto de acordo com o Congresso Nacional, após Dilma ter vetado uma emenda flexibilizando o fator previdenciário, aprovada no texto da Medida Provisória (MP) 664/2015, do ajuste fiscal.

A nova fórmula foi proposta em emenda apresentada pelo PTB, por meio do deputado Arnaldo Faria de Sá (SP).

Para a presidente nacional do PTB, deputada Cristiane Brasil (RJ), a nova lei foi fruto do trabalho incansável dos parlamentares do partido, especialmente de Arnaldo Faria de Sá.

Para Cristiane, a sanção presidencial e a efetivação da fórmula 85/95 reafirmam o DNA trabalhista, de lutar pelo trabalhador e pelo aposentado.

“Nós trabalhistas ficamos muito orgulhosos de termos propiciado a você, aposentado, ou a você, aposentada, ou a você que ainda vai se aposentar, uma nova maneira de se livrar do fator previdenciário e poder gozar de todo o fruto do trabalho ao qual você se dedicou a vida inteira, em prol do crescimento do nosso país.

Parabéns a todos nós”, disse Cristiane Brasil.

A nova lei prevê que as mulheres com 30 anos de contribuição poderão se aposentar sem redução do fator previdenciário caso a soma do tempo de contribuição e da idade da segurada chegue a 85 pontos.

Para os homens, serão exigidos 35 anos de contribuição e, no mínimo, 60 de idade, atingindo assim, 95 pontos, para que possam pedir aposentadoria em valor integral.

De acordo com o texto aprovado, a nova fórmula terá validade até 2018.

De acordo com o deputado Arnaldo Faria de Sá, após 2018, será acrescida a exigência de um ano de idade e de um ano de contribuição até que, em 2027, chegue ao novo cálculo 95/100, para que os trabalhadores tenham o direito à aposentadoria sem o efeito do fator previdenciário.

“A fórmula 85/95 agora virou uma realidade.

Agora você não terá mais o maldito fator previdenciário, e vale para você uma grande conquista.

Você petebista tem o direito de se aposentar pela fórmula 85/95″, disse Faria de Sá.

Agência Trabalhista de Notícias, por ELM