Sancionado projeto de Mozarildo que homenageia Atlas Brasil Cantanhede

PTB Notícias 14/04/2009, 10:11


O Diário Oficial da União publicou nesta segunda-feira (13/04) a Lei 11.

920/2009 relativa a projeto de Lei do Senador Mozarildo Cavalcanti que homenageia Atlas Brasil Cantanhede com denominação do Aeroporto Internacional de Boa Vista Atlas Brasil Cantanhede.

Atlas Brasil Cantanhede nasceu na cidade de Boa Vista, quando ainda unidade do Estado do Amazonas, hoje capital do Estado de Roraima, no dia 13 de maio de 1917, filho de Antônio de Jesus Cantanhede e Leonilia Brasil Cantanhede.

Foi casado com Carmelita Ireng, com quem teve seis filhos.

Casou-se novamente com Vitória Pereira Cantanhede, com quem teve três filhos.

Nos idos dos anos cinqüenta e sessenta, quando o então Território Federal do Rio Branco, depois Território Federal de Roraima, encontrava-se quase isolado do restante do País, pela inexistência de ligação rodoviária e dependente do regime dos rios que cortam o seu território, surgiu a figura dos pilotos civis, facilitando o deslocamento entre as suas distantes localidades.

Atlas Brasil Cantanhede foi pioneiro na prestação desse serviço à população roraimense.

Para que pudesse descer com seus aviões em algumas localidades abriu áreas de pouso com as próprias mãos e com a ajuda de moradores nas regiões do Mau, Cotingo, Tepequém, Contão, Uiramutã, Mutum, dentre outras.

A sinalização, em algumas dessas localidades era feita com lençóis estendidos para informação ao piloto da necessidade de apoio.

Com esses serviços começava a circulação de riquezas regionais, ao mesmo tempo em que se ofereciam melhores condições para tratamento de doentes e acidentados.

Quantas pessoas tiveram oportunidade de atendimento na Capital, única alternativa que se lhes oferecia.

Quantas e quantas vidas foram salvas! Esse pioneiro abriu caminho para que outros empreendedores ali se instalassem, ampliando o apoio prestado a algumas localidades, de forma missionária, ela Força Aérea Brasileira.

Em 1966, Atlas Brasil Cantanhede foi eleito Deputado Federal, como representante do Território Federal de Roraima, mas teve o seu mandato cassado pelo Ato Institucional nº 5/68.

Em 19 de fevereiro de 1973, um desastre aéreo no interior do Estado do Amazonas ceifou-lhe a vida.

O Aeroporto Internacional de Boa Vista teve na sua construção a semente do trabalho de Atlas Brasil Cantanhede uma vez que foi erguido sobre o antigo hangar desse pioneiro piloto.

Com o intuito de prestar uma homenagem ao trabalho desse desbravador e pioneiro da aviação em Roraima, o senador Mozarildo Cavalcanti apresentou o projeto de lei, hoje Lei 11.

920/2009, alterando a denominação do Aeroporto Internacional de Boa Vista para Aeroporto Internacional Atlas Brasil Cantanhede.

Agência Trabalhista de Notícias