Sandra Beatriz define com moradores de Esteio (RS) ação contra enchentes

PTB Notícias 12/06/2007, 12:39


Definir obras emergenciais que possam ser executadas e planejar possíveis operações em caso de futura ocorrência de enchente.

Com esta proposta, a Prefeitura de Esteio – cidade localizada no estado do Rio Grande do Sul -realizou reunião de emergência, na tarde desta segunda-feira, 11, com uma comissão formada por 30 moradores das Vilas Navegantes, Nova e Loteamento Guterres.

O encontro, que foi promovido no Salão Nobre da Prefeitura, contou com a presença da prefeita de Esteio, a petebista Sandra Beatriz Silveira, além do vice-prefeito, Gilmar Rinaldi (PT), e os secretários municipais de Ações para Segurança Pública e Trânsito, Especiais de Governo, de Obras, Habitação, e Meio Ambiente.

Entre os encaminhamentos da reunião, ficou definida, como obra paliativa, a construção de uma contenção de argila, com cerca de 30 metros, na rua E da Vila Navegantes.

Além disso, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente vai solicitar a autorização da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) para realização de dragagem nos arroios Esteio e Sapucaia.

O encontro foi provocado pela ocorrência excessiva de chuvas, que desde a noite de sábado até a madrugada de segunda-feira, já havia representado cerca de 128 milímetros em Esteio.

A precipitação pluviométrica corresponde ao equivalente, que costuma chover no mês de junho.

No último sábado, dia 10 de junho, a Prefeitura de Esteio declarou situação anormal caracterizada como de emergência em áreas no Município de Esteio em decorrência de enxurrada.

As fortes chuvas resultaram em inundações na rua Celina Kroeff, rua Monteiro Lobato, Bairro do Parque, Vila Ezequiel, Vila Nova, Navegantes, Vila São José, Vila Nazareno e Jardim das Figueiras.

Para manter o controle da enxurrada, a Prefeitura de Esteio conta com o apoio da Defesa Civil do Rio Grande do Sul monitorando os arroios e imediações.

No momento, o volume de águas do arroio Sapucaia, que está localizado na divisa dos municípios de Esteio e Canoas, é a situação que exige maior monitoramento.

Já a Secretaria de Obras e Viação da Prefeitura está realizando limpezas nas ruas e nas bocas-de-lobo para recolher o lixo que é trazido com o fluxo da água.

fonte: site do PTB – RS