Santa Cruz entra na lei das microempresas para atrair investimentos

PTB Notícias 21/03/2009, 11:48


A prefeita de Santa Cruz do Sul, Kelly Moraes (PTB/RS), recebeu na tarde da última quinta-feira (19/03) a visita de uma comitiva do Sebrae.

Durante a audiência, que também contou com a presença do Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Jair Jasper e do Presidente da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul, Francisco Carlos Smidt, foi apresentada a lei geral das micro e pequenas empresas.

O superintendente do Sebrae no Rio Grande do Sul, Marcelo Lopes, destacou os benefícios da implantação da lei no município.

De acordo com o superintendente, ela foi criada para reduzir a burocracia, otimizar os recursos municipais e reduzir a carga tributária.

“Quem investe na lei atrai investimentos, cria um ambiente favorável para atrair novos negócios”, destacou Marcelo.

A lei, que já entrou em vigor em quatro municípios gaúchos, está sendo analisada pelas Secretarias Municipais de Desenvolvimento Econômico e da Fazenda, junto com a Procuradoria Jurídica do Município.

Segundo o Secretário Jair Jasper é possível adequar a lei às demandas do município.

“Um dos pontos positivos é a desburocratização, como a liberação mais rápida de alvarás”, lembrou Jasper.

Para entrar em vigor, a lei precisa ser aprovada pelo Executivo e depois encaminhada para a Câmara de Vereadores.

A prefeita Kelly Moraes afirmou que o município tem interesse total em estar inserido na lei das micro e pequenas empresas, e enfatizou, “tudo que é bom para o povo ganha o nosso apoio”.

O presidente da Câmara de Vereadores, Francisco Carlos Smidt, disse que assim que a lei for aprovada pela prefeitura, os vereadores vão estar prontos para receber mais orientações sobre o tema para colocar em votação.

A comitiva do Sebrae aproveitou a audiência para apresentar os projetos desenvolvidos em Santa Cruz do Sul, como a Semana do Empreendedor, e destacou o desejo de criar uma feira de negócios no município.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da Gazeta do Sul)