Sargento Rodrigues propõe audiência para discutir dívida do governo mineiro com IPSM

PTB Notícias 28/08/2018, 8:13


Imagem Crédito: Ricardo Barbosa/ALMG

A falta de repasse financeiro, por parte do governo de Minas Gerais, ao Instituto de Previdência dos Servidores Militares (IPSM) motiva nova audiência pública, nesta terça-feira (28), da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

No requerimento, o autor e presidente da comissão, deputado Sargento Rodrigues (PTB), explica que a falta de repasses tem ocasionado cortes de convênios e suspensão de fornecimento de medicamentos de uso continuado, comprometendo gravemente a assistência aos militares e seus familiares.

Segundo o parlamentar, várias clínicas conveniadas têm encerrado a prestação do atendimento. Ele cita como exemplo clínica de fisioterapia em Juiz de Fora, cujo convênio com o instituto foi encerrado em 29 de junho, mediante falta de pagamento por parte do Executivo.

Na ocasião, Sargento Rodrigues informou que a comissão cobra providência do Executivo desde novembro do ano passado. O petebista ainda lembrou da difícil situação enfrentada pelos servidores que lidam com o parcelamento dos salários, falta de reposição inflacionária, além de dívidas com bancos referentes ao crédito consignado.

Beneficiários

A falta de repasses do Estado de Minas Gerais e a crise do IPSM já foram debatidos em outras audiências da Comissão de Segurança Pública da ALMG neste ano. Em reunião realizada em junho, foi destacado que a estimativa da dívida com o instituto é de cerca de R$ 3 bilhões, prejudicando a assistência médica de cerca de 225 mil beneficiários.

Com informações da Assembleia Legislativa de Minas Gerais