Secretário Claury Alves da Silva divulga novo circuito turístico paulista

PTB Notícias 13/02/2009, 15:52


A Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo do Estado de São Paulo (SELT), em parceria com o Instituto ProLibera, lançou no início da tarde de hoje, dia 13, na sede da secretaria, o mais novo produto turístico paulista, o Circuito do Bem Estar.

O circuito tem como objetivo oferecer um novo conceito de bem servir a seu público, seja em um hotel, restaurante ou em um parque temático.

De acordo com o secretário Claury Alves da Silva (PTB/SP), a ideia propõe a criação de diversos roteiros que atenderão as necessidades das pessoas que atualmente estão acostumadas com o incômodo do ritmo frenético diário.

Nessa primeira fase do projeto, o programa já conta com cerca de 70 empreendimentos participantes espalhados pela capital paulista e por regiões das cidades de Águas de Lindóia, Atibaia, Bauru, Barueri, Cabreúva, Campinas, Campos do Jordão, Cunha, Guaratinguetá, Igaratá, Franca, Guarujá, Guarulhos, Indaiatuba, Itapecerica da Serra, Joanópolis, Jundiaí, Piracicaba, Presidente Prudente, Piedade, Pindamonhangaba, Ribeirão Preto, Santos, Santo André, São Bernardo, São Caetano, São Carlos, Santa Isabel, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.

A participação do Instituto ProLibera no projeto é trabalhar na confecção de roteiros, no treinamento de funcionários e na manutenção da qualidade dos produtos oferecidos.

Assim, uma comissão técnica visitará os locais participantes e dará assessoria para adequar os empreendimentos aos critérios exigidos pelo programa.

Além disso, também serão promovidos encontros entre os empresários para que estes troquem experiências para a formação de uma base de atuação firme no mercado.

“A proposta é ultrapassar o senso comum e criar um produto único.

Afinal, este não é um roteiro de cidades e sim de serviços, comentou o presidente do instituto, Josef Yaari.

De acordo com os critérios estabelecidos, podem fazer parte desta iniciativa, empreendimentos com conhecimento das questões de responsabilidade social, cultural, ambiental e com propostas que contemplem a ecoeficiência global, o que inclui pessoas, atividades culturais e natureza.

“Mais uma vez, São Paulo sai na frente e oferece um algo mais”, comemorou o secretário.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do Brasilturis)