Secretário Lara incentiva parcerias no Programa Coletivo Coca-Cola

PTB Notícias 5/07/2011, 20:14


O incentivo à consolidação de parcerias entre entidades do Terceiro Setor e organizações de ação social é um dos caminhos para garantir projetos que beneficiem comunidades de menor renda.

A avaliação foi feita pelo secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Social do Rio Grande do Sul, Luís Augusto Lara (PTB), durante o lançamento do Programa Coletivo Coca-Cola, na Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre.

Esta nova tecnologia social colocada em prática pelo Instituto Coca-Cola Brasil e Instituto Vonpar visa promover o desenvolvimento socioeconômico para jovens de 15 a 25 anos.

Nesta primeira etapa, serão qualificados 120 jovens na capital, e, ainda este ano, outros 240 serão incluídos no Programa feito em conjunto com a ONG Centro de Promoção da Criança e do Adolescente São Francisco de Assis (CPCA).

O evento contou com o prestígio da primeira-dama, Sandra Genro.

“As instituições do Terceiro Setor poderão avançar ainda mais, utilizando totalmente os R$ 28 milhões que estarão disponibilizados para incentivos fiscais, dentro da Lei da Solidariedade, uma legislação que permite descontar até 75% do ICMS em ações de cunho social”, assegurou o secretário Lara, que representou o governador Tarso Genro na solenidade.

Ele lembrou que, a partir de agora, cabe às organizações do setor de assistência social buscar as fundações e institutos mais atuantes, a fim de produzirem projetos para a utilização da lei.

Lara ainda destacou que, a partir deste mês, o Governo do Estado passa a contar com o Programa RS Mais Igual para as ações de combate à pobreza extrema e, também, de qualificação de crianças, jovens e adultos de baixa renda.

“Estamos alinhando nossa atuação com os programas do Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), para criar ferramentas de cadastramento e inclusão social dessas pessoas, como o que realizamos no Mutirão Social, em Bagé”, sustentou.

O diretor do Instituto Vonpar, Rodrigo Vontobel, reafirmou a intenção de ampliar o Programa Coletivo Coca-Cola no Estado, que deve chegar ao menos em 45 unidades.

“A meta é de qualificarmos mais 500 jovens no próximo ano com ênfase em organização de pontos de venda, estratégias de marketing e merchandising e como pensar o comércio de forma técnica, o que lhes abrirá imensas perspectivas de emprego na área comercial”, argumentou.

A capacitação será ministrada por pessoas da própria comunidade onde o programa for estabelecido, todas elas treinadas na Vonpar Bebidas e na ONG CPCA.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal do Governo do Estado do Rio Grande do Sul