Secretário Maurício Dziedricki lança linha de créditos para motoboys no RS

PTB Notícias 9/01/2014, 7:06


Apoiar a atividade de empreendedorismo dos motoboys é um dos objetivos do Programa Gaúcho de Microcrédito (PGM), que na última terça-feira (7/1), em parceria com o Sindicato dos Motociclistas Profissionais do RS, lançou o Microcrédito Motoboy.

A modalidade irá permitir aos associados do sindicato a utilização de financiamentos de R$ 100,00 a R$ 15 mil disponibilizados pelo programa.

O titular da Secretaria da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sesampe), Maurício Dziedricki (PTB), anunciou recursos no valor de R$ 3 milhões que serão aplicados nesta linha de financiamento.

O secretário, fez a entrega simbólica de cheque ao primeiro profissional beneficiado, destacou que o Microcrédito Motoboy nasce não só para revitalizar a frota, mas também para trazer mais segurança no trânsito.

Para o presidente do Sindimoto, Valter Ferreira da Silva, o Microcrédito Motoboy representa um reconhecimento da categoria, que vai beneficiar cerca de 10 mil associados.

O motoboy com essa linha de crédito poderá melhorar as condições de sua moto, que é a sua principal ferramenta de trabalho.

A vida útil do veículo nesta atividade profissional é de 24 meses.

Isso significa que a cada ano o motoboy precisa de recursos para trocar os equipamentos devido ao desgaste pela carga horária, que em média é 16 horas por dia, disse.

Agora, com o apoio do Programa Gaúcho de Microcrédito, o motoboy terá estímulo e facilidade para investir em seu empreendimento, ressaltou Valter.

Motoboys interessados no financiamento do Microcrédito poderão entrar em contato pelos telefones 51.

3322.

0909/ 3322.

0909 ou direto na sede do Sindimoto, localizada na Rua Itaboraí nº 1090- bairro Jardim Botânico- Porto Alegre.

PGM O Programa Gaúcho de Microcrédito, coordenado pela Secretaria da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa, em parceria com o Banrisul, já liberou recursos de R$ 266 milhões em mais de 43 mil operações, beneficiando 393 municípios gaúchos, desde sua implantação, em agosto de 2011.

O Microcrédito abre espaço aos empreendedores de pequenos negócios, à economia popular solidária, à agricultura familiar, ao microprodutor rural, à microempresa e ao artesão para que tenham uma política permanente de obtenção de recursos para tocar um pequeno negócio.

Pode ser acessado de forma individual ou por meio de grupos solidários.

Os recursos financeiros disponibilizados pelo programa são oriundos do Banrisul e garantidos pelo Fundo de Apoio à Microempresa, ao Microprodutor Rural e à Empresa de Pequeno Porte (Funamep).

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal Radio Fandango