Segundo PL de Gim Argello, doações a programas poderão ser deduzidas

PTB Notícias 7/02/2011, 7:06


Pessoas físicas e empresas que fizerem doações para projetos de incentivo à geração de emprego, ocupação e renda poderão ter dedução do Imposto de Renda.

De acordo com projeto de lei 7825/10, de autoria do senador, Gim Argello (PTB-DF), as doações deverão ser feitas a fundos municipais, estaduais e federais.

A dedução do imposto das empresas doadoras pode chegar a 4% e das pessoas físicas, a 6%.

A proposta ainda permite um abatimento de 80% sobre os valores doados pelas pessoas físicas.

No caso das empresas, o abatimento é de 40%.

Por outro lado, as empresas e pessoas que deixarem de executar os projetos sem justa causa serão punidas, segundo a Agência Câmara.

Além de medidas administrativas, o ato será tipificado como crime e será punido com pena de reclusão de dois a seis meses e multa de 50% sobre o valor dos benefícios fiscais recebidos.

TramitaçãoO projeto de lei será examinado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público, de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Depois, será votado pelo Plenário.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações do Correio do Estado