“Sempre buscamos trabalhar com a conscientização”, diz prefeito Duciomar

PTB Notícias 24/01/2012, 10:17


Um novo sistema de monitoramento via satélite que utiliza a tecnologia do GPS para a coleta de entulhos começou a funcionar em Belém nesta segunda-feira, 23.

A iniciativa faz parte de uma série de ações colocadas em prática pela Prefeitura Municipal de Belém (PMB) visando dar mais eficiência ao serviço prestado à população.

Para o prefeito de Belém, Duciomar Costa (PTB-PA), as ações para inibir o depósito desordenado de resíduos sólidos têm sido uma batalha constante.

“Sempre buscamos trabalhar com a conscientização para que a população não viesse a depositar o entulho em locais inapropriados.

Que pudessem esperar o dia que o caminhão da coleta vai passar, ou agendar uma coleta programada.

Mas chegamos a conclusão de que apenas ações de caráter educativo não estavam suprindo os efeitos desejados”, ressaltou.

A partir de agora, com a implantação do novo sistema, os pedidos da comunidade através do número 0800 095 3560 serão recebidos e terão acompanhamento on line até a conclusão do serviço.

A Central de monitoramento para coleta de entulho funciona na Secretaria Municipal de Saneamento – Sesan, e recebe cerca de 50 pedidos de retirada por dia.

“Esse sistema de monitoramento passa a nos permitir que todos os 120 caminhões de coleta enviem para nossa central, através da tecnologia do GPS, sua posição em tempo real.

Isso nos dá autonomia para enviar o caminhão que estiver mais próximo para a demanda de coleta solicitada”, garantiu Ivan Santos, Secretário Municipal de Saneamento.

A ferramenta poderá também traçar o roteiro dos caminhões, gerando um relatório completo sobre o serviço executado.

É o sistema mais moderno e eficiente disponível atualmente, e que permite mais agilidade e fiscalização na operação, evitando eventuais falhas nos roteiros pré-estabelecidos.

A Central conta com auxilio de uma câmera de vídeo instalada no canal da Pedro Miranda com Antonio Baena, local estratégico onde já se detectou grande incidência de depósito desordenado de entulhos.

Ainda esta semana outras quatro câmeras serão instaladas na Rua Yamada, no Benguí.

Ao ser verificada ação de depósito de resíduos às margens de canais, por exemplo, a equipe de fiscalização mais próxima é acionada para fazer a intervenção.

A Sesan já fez um levantamento dos carrinheiros, pessoas que fazem o transporte de resíduos para os depósitos irregulares, e iniciou um trabalho de conscientização para que eles adotem procedimentos padrões para dar destino adequado aos resíduos.

Galpões para acondicionamento e triagem de resíduos sólidos já começaram a ser implantados à proximidade do Canal São Joaquim, e já podem servir de destino final ao lixo transportado por esses coletores.

“Fazemos constantemente o trabalho educativo com esses carrinheiros.

Mas quando ocorre reincidência de procedimentos inadequados damos auto de apreensão dos carros utilizados para o transporte dos resíduos”, acrescentou o secretário.

A Sesan, além de combater a ação irregular, montou uma equipe para o contato direto com a população.

De porta em porta é feito um trabalho de educação ambiental, além de pesquisar os principais problemas relacionados ao depósito desordenado de entulhos.

Agência Trabalhista de Notícias (PB), com informações da Prefeitura de BelémFoto: João Gomes Edição