Senado pode votar projeto de Arnaldo que trata da guarda compartilhada

PTB Notícias 25/02/2014, 18:27


A senadora Ângela Portela (PT-RR) defendeu nesta terça-feira (25/02/2014), a aprovação de projeto que trata da guarda compartilhada de filhos.

A senadora é relatora da matéria (PLC 117/2013) na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

O projeto, de autoria do deputado federal Arnaldo Faria de Sá, do PTB de São Paulo, prevê que, na guarda compartilhada, o tempo de custódia dos filhos deve ser dividido de forma equilibrada entre a mãe e o pai.

A senadora explicou que a guarda compartilhada é uma forma de convivência que beneficia os filhos – que teriam garantida a presença de ambos os pais.

Ângela Portela contou que, desde que foi designada relatora do projeto de Arnaldo Faria de Sá, tem recebido grande número de manifestações de pais e mães, que pedem pressa na aprovação do projeto.

A senadora reconhece que a proposta não é uma “fórmula mágica”, mas aponta que a mudança poderá amenizar “desencontros dolorosos” que causam tormento para os pais e sofrimento para os filhos .

“Esperamos que o PLC 117 contribua para amenizar tantos dramas familiares e colabore para se garantir, de forma saudável, a convivência familiar de crianças e de adolescentes com seus pais”, declarou a senadora.

Agência Trabalhista de Notícias (ELM), com informações da Agência Senado