Senador Armando Monteiro cobra postura mais firme do Banco Central

PTB Notícias 3/04/2013, 21:31


O senador Armando Monteiro (PTB-PE) mostrou preocupação com o recrudescimento da inflação no país e cobrou uma postura mais firme do Banco Central no enfrentamento da questão.

Armando falou durante a audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, que recebeu o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, para uma explanação sobre as diretrizes, implementação e perspectivas da política monetária.

Para Armando, diante da atual conjuntura, é cada vez mais necessário que o Banco Central assuma o compromisso com controle da inflação.

“O controle da inflação é um valor social, não uma mera política do governo.

Por isso, é fundamental que a autoridade monetária assuma mais fortemente esse compromisso de manter a inflação dentro da meta”, salientou durante a audiência.

Tombini reconheceu que a inflação tem se mostrado resistente nos últimos meses e que, por isso, o Banco Central vem mudando sua postura desde janeiro.

De acordo com o presidente do Banco Central, a inflação de 2012 desviou-se da meta em função do choque de preços de alimentos e do repasse da desvalorização cambial.

Além disso, conforme o presidente do BC, a inflação de serviços voltou a subir e hoje há “maior difusão do aumento de preços” na economia.

Somente os preços de alimentos, que têm peso de quase um quarto do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), subiram 13,9% nos últimos 12 meses.

Excluindo os alimentos, o IPCA seria de 5% no período – o índice ficou em 5,84% em 2012.

A meta para 2012 era de um índice de 4,5%, com possibilidade de variação de dois pontos percentuais para mais e para menos.

Agência Trabalhista de Notícias (NM), com informações do site do senador Armando Monteiro (PTB-PE)