Senador Armando Monteiro comenta resultados do PIB do Brasil e de PE

PTB Notícias 4/03/2011, 16:14


Para o senador Armando Monteiro (PTB-PE) o crescimento de 7,5% do PIB do País em 2010, anunciado hoje pelo IBGE, demonstra a capacidade que a economia brasileira teve de reagir aos estímulos oferecidos pelo Governo.

Ele cita como exemplos a expansão do crédito, a ampliação da renda familiar e também o aumento dos gastos governamentais.

Este último recurso, porém, é apontado pelo senador como fator de preocupação que gerou um desequilíbrio fiscal e que está sendo enfrentado com as medidas de corte no Orçamento.

Devido a essas medidas restritivas, Armando prevê que o crescimento do País deve ficar em torno de 4% e 4,5% em 2011.

Armando comemora o desempenho do PIB pernambucano – que atingiu a marca de 9,3% em 2010, segundo o Condepe-Fidem – chamando a atenção para o fato de que o Estado vive um ciclo virtuoso de crescimento.

Para ele, o padrão de crescimento de Pernambuco ocorre também pela expansão do consumo, a exemplo do que ocorreu com o País.

“Mas no caso de Pernambuco de maneira até mais saudável, porque se dá mais com a ampliação dos investimentos do que com o aumento do consumo tão somente”.

Armando prevê que em 2011 o Estado continuará a crescer a taxas superiores às do País.

Leia os comentários abaixo.

PIB brasileiroO crescimento do PIB brasileiro não pode deixar de ser saudável e de alguma maneira comemorado.

Agora, há de se destacar que esse crescimento se dá sobre uma base, que foi o ano anterior, que havia sido próximo de zero.

Ainda assim demonstrou a capacidade da economia brasileira de poder reagir rapidamente aos estímulos que foram oferecidos pelo Governo, traduzidos na expansão do crédito, no aumento da renda familiar e também, e esse é o lado que de certo modo preocupou, que foi a expansão dos próprios gastos governamentais.

Tudo isso impulsionou o PIB, mas esse processo terminou gerando também algum desequilíbrio fiscal que agora está sendo enfrentado com medidas de corte no orçamento e algumas outras medidas chamadas macro prudenciais.

De qualquer maneira é um dado positivo, mas produziu algum desequilíbrio, que nós estamos enfrentando agora este ano.

PIB PernambucoQuanto a Pernambuco, nós só temos o que comemorar, porque o Estado cresce num padrão chinês e sobre uma base que já vinha crescendo, que foi a base do ano passado, quando Pernambuco havia alcançado 3,8%.

Isso tudo traduzindo uma rara conjugação em que a economia de Pernambuco se beneficiou do dinamismo da retomada da economia brasileira no ano passado, mas também beneficia-se fortemente desse conjunto importante de investimentos que hoje estão sendo realizados no Estado, conjugando investimentos privados e públicos importantes.

Eu diria que o padrão de crescimento de Pernambuco se dá pela expansão do consumo, a exemplo do que ocorreu com o padrão do País, mas no caso de nosso Estado de maneira até mais saudável, porque ocorre com a ampliação dos investimentos do que com a expansão do consumo tão somente.

Isso é muito importante porque o investimento de hoje é o produto potencial de amanhã.

Então Pernambuco está tendo a capacidade de ampliar a oferta de bens e serviços que são gerados pela sua economia.

Portanto o crescimento de Pernambuco não é apenas maior, mas é também um crescimento mais saudável.

Perspectivas para 2011No caso do Brasil, evidentemente que há uma desaceleração que já está em curso, por conta dessas medidas restritivas que a política monetária vem adotando, para debelar inclusive essas pressões inflacionárias que estão colocadas.

Certamente teremos um crescimento menor, algo em torno de 4% a 4,5%.

Para Pernambuco nós arriscamos um palpite, um exercício de futurologia, no sentido de mais uma vez prever que o Estado vai crescer a taxas bem superiores às do País.

Isso significa que cada vez mais Pernambuco vai melhorando sua posição relativa no quadro da economia brasileira, fazendo uma escalada no sentido de cada vez mais se transformar em uma economia mais pujante, mais dinâmica.

Agência Trabalhista de Notícias (PB), com informações do Site do Senador Armando Monteiro