Senador Armando Monteiro prefere João Paulo no Recife para 2012

PTB Notícias 15/10/2011, 8:45


Se já havia indicativos, agora é mais concreto.

O PTB dificilmente apoiará a reeleição do prefeito de Recife (PE), João da Costa (PT) em 2012.

Presidente estadual da legenda, o senador Armando Monteiro Neto afirmou, ontem, em entrevista exclusiva ao Diario de Pernambuco, que seria mais fácil apoiar o deputado federal João Paulo como candidato do PT à Prefeitura do Recife.

Ele ainda lavou as mãos ao ser questionado sobre as críticas feitas pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB), a João da Costa.

Armando Neto frisou que o PTB não exclui a possibilidade de ter um prefeiturável, a exemplo do deputado estadual Silvio Costa Filho.

Ele destacou, inclusive, que recentes movimentações partidárias mostram que as siglas aliadas “estão vivas” e podem construir uma terceira via no Recife, com apoio do governador Eduardo Campos (PSB).

O senador não escondeu, no entanto, a simpatia pelo nome de João Paulo.

“Eu não posso deixar de dizer que temos uma afinidade bem maior com João Paulo, mas quem vai apontar o seu candidato é o PT.

Essa é uma avaliação que cabe a eles”, declarou, ao ser questionado se era mais fácil apoiar o ex-prefeito ou João da Costa em 2012.

Afastamento O senador reconheceu o peso de suas palavras na Frente Popular, mas não tem intenção de pressionar os aliados petistas.

Ao falar sobre o governo João da Costa, criticado recentemente por Bezerra Coelho, Armando mudou o tom.

“Temos muita afinidade com João Paulo e muito apreço pelo PT.

Mas a gestão precisa ser defendida pelo próprio PT.

É a legenda petista que precisa fazer uma avaliação sobre isso (as críticas).

Não me cabe fazer a defesa da gestão”, declarou.

“Estamos fora do governo João da Costa”, acrescentou.

O PTB se afastou da gestão petista do Recife desde janeiro.

No início do ano, assim que o prefeito recuperou-se de um transplante renal e reassumiu o cargo, a sigla entregou as duas secretarias que comandava na prefeitura, a de Serviços Públicos e de Administração.

Na Câmara de Vereadores, os petebistas vêm adotando uma postura independente.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal Diário do Comércio