Senador Douglas Cintra quer debater arranjos produtivos locais em PE

PTB Notícias 25/10/2014, 7:53


Entre 2007 e 2012 o Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco cresceu 4,6%, enquanto o do país aumentou 3,6%.

E para aumentar o crescimento econômico do Estado, o senador Douglas Cintra (PTB-PE) quer debater, na cidade de Caruaru (PE), os Arranjos Produtivos Locais da região, em especial o polo de confecção e o setor de turismo da região.

A audiência será realizada pela Comissão de Desenvolvimento Regional do Senado com a participação da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados.

Os polos de confecção e gesseiro estão entre as atividades mais fortes do Sertão de Pernambuco empregando cerca de 90 mil pessoas.

Para Cintra, a audiência será uma oportunidade de impulsionar as micro e pequenas empresas da região.

“Visando incrementar o desenvolvimento do interior, equilibrar o Estado de Pernambuco, onde a gente sabe que seu grande polo de desenvolvimento se encontra na Região Metropolitana e Litorânea.

Mas nós temos o interior do Estado algumas oportunidades de negócio que tem um crescimento muito efetivo que é muito importante para uma série de cidades e eles fazem realmente diferença no poder aquisitivo, na vida econômica dessa região”, afirmou.

O parlamentar petebista ressalta a importância do debate para a economia local e acredita que o evento possa ser levado para outras regiões.

“Esse é o primeiro passo, que através do que for debatido nesse primeiro momento é que te dá o segundo passo, o terceiro, em ações que visem consolidar polos de confecções ou outros tipos de polos dependendo das regiões onde cada cidade ou conjunto de cidade está inserido”, disse.

São esperadas as participações de um representante do Ministério da Integração Nacional, do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), do Sebrae, da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), da Secretaria de Cultura e Turismo de Caruaru, entre outros convidados.

A Comissão de Desenvolvimento Regional ainda não definiu a data para a audiência.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Rádio Senado Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado