Senador Elmano Férrer aponta desencanto do eleitorado e defende reforma política

Agência Trabalhista de Notícias 6/10/2016, 8:11


Imagem Crédito: Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Elmano Férrer (PTB-PI) afirmou na quarta-feira (5) em Plenário que o alto índice de abstenção nas eleições municipais — superior a 17,5% do eleitorado, ou mais de 25 milhões de eleitores, além dos votos brancos e nulos — foi uma resposta do eleitor ao modelo de política no Brasil.

Na avaliação do senador, as manifestações de insatisfação começaram a ficar mais evidentes ainda em 2013, com a população indo às ruas para pedir mudanças. Para ele, uma reforma é mais do que urgente.

— Uma reforma que resgate a confiança do povo brasileiro. Uma reforma que afaste o discurso do ódio ou da antipolítica – disse o senador.

Ferrér propôs à votação urgente da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 36/2016 que reforça a fidelidade partidária de políticos eleitos, estabelece uma cláusula de barreira para os partidos conquistarem cadeiras nos parlamentos e acaba com as coligações nas eleições proporcionais.

Com informações da Agência Senado