Senador Elmano Ferrer defende a redução das taxas de juros do FNE

PTB Notícias 5/02/2016, 9:46


O senador Elmano Ferrer (PTB-PI) destacou em pronunciamento, na quarta-feira (03/02/16), o protesto de Federações das Indústrias dos nove estados nordestinos contra a elevação das taxas de juros nas operações com Fundos Constitucionais.

Para Elmano, a decisão do Conselho Monetário Nacional foi “equivocada” e deve acarretar grande prejuízo para os setores produtivos da Região.

O senador ressaltou que o aumento das taxas do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) foi de 71,4% e deve causar a redução dos investimentos com aumento do desemprego e diminuição da renda.

Ele fez um apelo ao governo federal.

— Na esperança que prevaleça o bom senso, que seja revisto esse equívoco pelo ministro da Fazenda e pelas demais autoridades do nosso país — pediu.

Elmano também ressaltou que a elevação dos juros agrava a crise econômica e amplia os desequilíbrios regionais.

O parlamentar lembrou que os fundos de incentivos são desproporcionais às necessidades da Região e considerou “irrisórios” os recursos destinados ao Nordeste, no valor de R$ 14 bilhões para o FNE, além de R$ 2,2 bilhões para o Fundo Nacional Desenvolvimento da Educação (FNDE).

— O grande obstáculo no sentido de se criar condições diferenciadas para o desenvolvimento do Nordeste reside no excessivo viés setorial da administração federal, que termina por privilegiar as necessidades de investimento em áreas de forte concentração de renda, caso do Centro-Sul do país e da Região Sudeste — argumentou.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Agência Senado Foto: Ana Volpe/Agência Senado