Senador Epitácio Cafeteira diz que o Maranhão precisa da ajuda do Brasil

PTB Notícias 29/04/2009, 11:42


O senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA) disse nesta terça-feira (28/04), em Plenário, que o Maranhão “está precisando do auxílio do Brasil inteiro”, tendo em vista os estragos provocados pelas chuvas que caem no estado.

Cafeteira cobrou auxílio do governo federal e disse que as enchentes já provocaram inúmeros prejuízos nos municípios de Trizidela do Vale e Pedreiras.

Dirigindo-se ao presidente do Senado, José Sarney, que presidia a sessão, Cafeteira lembrou que a Câmara dos Deputados pretende enviar uma comissão ao Maranhão.

Alertando para a possibilidade de “uma calamidade”, o senador insistiu na necessidade de o estado obter ajuda do governo federal.

– Essa é a questão de ordem que pediria a Vossa Excelência para encaminhar ao presidente da República: que ele volte suas vistas ao Maranhão, estado saqueado, sofrido e que precisa de uma mão do governo federal – disse.

Em aparte, a senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN) manifestou solidariedade aos maranhenses e cobrou celeridade na adoção de medidas de apoio às cidades inundadas.

O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) também expressou apoio à população local e à governadora Roseana Sarney, que assumiu o cargo na semana passada em decorrência da cassação do mandato de Jackson Lago.

Após o pronunciamento de Cafeteira, o presidente do Senado, José Sarney, explicou, do Plenário, que o Maranhão tem grandes rios de planície de curso indeciso que acabam por favorecer a ocorrência de enchentes.

Disse ainda que mais de 30 cidades no estado estão inundadas, com aproximadamente 60 mil desabrigados.

Ele informou que a Barragem de Flores, construída para deter enchentes, não está funcionando da forma adequada e apresenta risco de rompimento.

Sarney pediu ainda que o governo federal multiplique o apoio dado ao Maranhão e disse estar sentindo falta da solidariedade manifestada pela população diante de tragédias anteriores provocadas pelas chuvas em outros estados brasileiros.

Em aparte a Sarney, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) disse que a solidariedade aos maranhenses deveria ser semelhante à dedicada a Santa Catarina, que sofreu inundações no início deste ano.

Por sua vez, o senador Expedito Júnior (PR-RO) registrou solidariedade aos atingidos pelas cheias dos rios maranhenses, afirmando que a população local pode contar com seu empenho e dedicação.

Já o senador José Agripino (DEM-RN) defendeu a reativação das Superintendências de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Amazônia (Sudam), que foram “desmontadas” com os vetos impostos pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao projeto que recriou as instituições, extintas no governo de Fernando Henrique Cardoso.

O líder do DEM sugeriu a realização de uma sessão para discutir e “costurar um novo modelo” para essas superintendências, lembrando que a Sudene sempre foi um “aliado de primeira hora” e a primeiro instituição a prestar socorro em casos de calamidades como as inundações.

Fonte: Agência Senado