Senador Epitácio Cafeteira será submetido a cirurgia no cérebro

PTB Notícias 27/06/2007, 8:06


O senador Epitácio Cafeteira, do PTB do Maranhão, que nesta quarta-feira, 27, completa 83 anos de vida, será submetido a uma cirurgia para conter o vazamento do líquido que está pressionando o seu cérebro e provocando um higroma (acúmulo de líquido no cérebro).

O diagnóstico foi descoberto após exames realizados na madrugada desta terça-feira no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde o senador está internado desde a noite de domingo para tratar de uma gastroenterocolite (infecção no estômago e intestino).

Segundo o médico infectologista David Uip, que atende o senador, Cafeteira está clinicamente bem, lúcido e se alimentando normalmente.

Porém, como seu quadro inspira cuidados, está internado em um quarto da unidade de tratamento de doentes graves do hospital.

Uip explicou que a idade do senador é um agravante, pois idosos geralmente têm cérebro menor, o que aumenta o espaço entre o crânio e o cérebro e contribui para a formação do higroma.

Cafeteira é relator afastado do processo contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), por quebra de decoro parlamentar.

Ele pediu afastamento por dez dias do cargo no dia 18.

Na ocasião, Cafeteira alegou problemas de saúde.

Renan é acusado de receber dinheiro do lobista Cláudio Gontijo, da construtora Mendes Junior, para pagar pensão e aluguel da jornalista Monica Veloso, com quem o presidente do Senado tem uma filha.

Histórico No fim de semana anterior ao pedido de afastamento, Cafeteira passou mal e desmaiou em sua casa, quando caminhava entre o quarto e o banheiro.

Na ocasião, o senador estava com problemas gastrointestinais devido à alimentação irregular e foi levado a um hospital de Brasília.

Os médicos diagnosticaram baixo índice de sódio (sal) no sangue do senador, que foi medicado e recuperou em casa.

Como não conseguiram reverter o quadro, os médicos recomendaram a transferência para o Sírio-Libanês, uma vez que David Uip já havia atendido o senador em janeiro.

Além do quadro de gastroenterocolite, Cafeteira também se queixava de dor de cabeça, e foi submetido na madrugada de hoje a uma tomografia e, posteriormente, a uma ressonância, que confirmou o higroma.

“Ele chegou no hospital desidratado, confuso, sonolento e reclamando de dor de cabeça”, contou o infectologista.

David Uip explicou que o higroma pode ter sido causado pela queda que o senador sofreu na semana passada.

Segundo o infectologista, o senador pode ter batido a cabeça e provocado uma fissura na meninge (membrana que envolve o cérebro), por onde o líquido começou a vazar e pressionar o cérebro.

Cirurgia David Uip explicou que a cirurgia não é de urgência, e deverá ser realizada somente daqui a sete ou dez dias.

O tempo será necessário para terminar o efeito do remédio que o senador já tomava para evitar a coagulação de seu sangue, o que poderia causar uma hemorragia durante a cirurgia.

“Enquanto isso, o senador continuará internado, em observação, até o momento seguro para ser realizada a cirurgia.

A não ser que haja qualquer mudança no quadro clínico”, disse Uip.

O infectologista explicou que a cirurgia consiste na abertura do cérebro para colocar um dreno, que vai retirar o líquido.

Já a fissura na meninge será cicatrizada naturalmente.

A cirurgia é necessária porque o higroma pode aumentar e causar a perda da consciência ou até a paralisia de parte do corpo.