Senador Fernando Collor aponta inoperância do governo de Alagoas

PTB Notícias 23/10/2013, 19:10


O senador Fernando Collor (PTB-AL) manifestou nesta quarta-feira (23/10/2013) sua repulsa diante da “inoperância, incompetência e impotência” do governo de Alagoas, que, em seu ponto de vista, tem faltado com serviços básicos à população do estado.

Ao classificar a administração estadual como arcaica, morosa e ineficiente, ele citou como exemplo os trabalhadores em distribuição emergencial de água – conhecidos como pipeiros – que estão sem receber há quatro meses, o que tem agravado a situação dos municípios atingidos pela seca.

“É um exemplo da inoperância do atual governo de Alagoas, que sequer consegue manter em dia o pagamento de um serviço básico e paliativo, porém, de fundamental importância para o interior do estado, como é o caso do abastecimento de água por meio de carros-pipa”, afirmou.

Collor leu mensagem do prefeito de Pariconha, Fabiano Ribeiro, que relata a suspensão na distribuição de água no município, e citou as palavras do coronel Edvaldo Nunes, coordenador da Defesa Civil de Alagoas, sobre a dificuldade para atendimento a um número crescente de localidades em situação de emergência.

Como exemplo do “degradante e desumano” sistema de saúde e segurança pública de Alagoas, Collor mencionou o caso de um trabalhador rural, vítima de assalto, que passou três dias na fila do Hospital Geral do Estado (HGE) sem ter conseguido atendimento.

“O trabalhador foi duplamente vitimado pela precária gestão pública estadual, que não conseguiu dar a ele a segurança e a assistência devidas, seja na hora do assalto, seja na hora do atendimento hospitalar”, lamentou.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência SenadoFoto: Waldemir Barreto/Agência Senado