Senador João Vicente Claudino desautoriza declarações do deputado Nerinho

PTB Notícias 22/06/2007, 9:45


O problema que levou o deputado estadual Nerinho, do PTB piauiense, a assinar a CPI do Detran foi porque o governador do Piauí, Wellington Dias, não o recebeu em audiência.

Segundo o senador João Vicente Claudino, presidente do Diretório Estadual do PTB do Piauí, a posição do deputado é isolada e não há uma orientação partidária para instalação da CPI do Detran.

Ele nega que haja um racha na base aliada do governador.

Segundo o senador petebista, Nerinho tinha votado no senador Mão Santa para governador, e não em Wellington.

Foi muito mais uma questão de sobrevivência política nas suas bases.

A situação ficou diferente depois que ele se filiou ao PTB.

“Não temos nenhum problema dentro da bancada e o PTB continua fazendo parte da base aliada do Governo”, garantiu João Vicente.

O presidente do PTB estadual informou que o partido tem participado das campanhas políticas e dos governos sem barganhar cargos.

“Vivemos situações distintas.

Não corremos atrás de cargos”, disse o senador João Vicente.

“Quanto a esta CPI do Detran, o Nerinho assinou porque não é da base aliada do governo.

É uma questão pessoal e não uma questão partidária.

O PTB não aceita a instalação da CPI do Detran.

É uma questão pessoal, individual do deputado.

Não liguei para ninguém para autorizar ou desautorizar ninguém a assinar ou não um pedido de CPI do Detran”, justificou João Vicente Claudino.

JVC disse, com todas as letras, que não liberou a bancada do partido para assinar a CPI do Detran, proposta pelo deputado tucano Marden Menezes.

Ele reconhece os motivos do deputado Nerinho em assinar o pedido de CPI.

Mas o PTB não fará oposição ao governo do Estado.

“Ele assinou o pedido de CPI por convicção pessoal e não por orientação partidária”, enfatizou.

fonte: Jornal Diário do Povo (PI)