Senador Mozarildo Cavalcanti acusa governador de Roraima de corrupto

PTB Notícias 14/05/2011, 16:51


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) pediu a organização de uma força tarefa federal para investigar supostos desvios eleitorais e administrativos praticados pelo governador de Roraima, José de Anchieta Júnior (PSDB).

Segundo Mozarildo, já teriam sido comprovados contratos superfaturados em compras realizadas pelas secretarias de Educação, Saúde, Trabalho e Segurança na gestão do atual governador.

– O Estado está sendo assaltado enquanto não se afasta esse governador – disse Mozarildo, nesta sexta-feira, no Plenário do Senado.

José de Anchieta Júnior chegou ao governo de Roraima em 2007, conforme recordou Mozarildo, com a morte do então governador Otomar Pinto, de quem era vice.

Sete meses depois de assumir o cargo, acrescentou o senador, o denunciado já teria acumulado R$ 50 milhões para usar em sua reeleição, ocorrida em 2010.

Não bastassem as irregularidades listadas, Mozarildo disse ter sido informado, na noite desta quinta-feira, da morte de um empresário do ramo de táxi aéreo em Roraima.

O crime teria sido praticado por outro empresário do setor e motivado por desentendimento em torno de uma concorrência fraudulenta para cobertura de vôos durante a campanha eleitoral.

O próprio senador afirmou ter sido alvo de ameaças de morte durante as eleições do ano passado.

Em aparte, o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) parabenizou a “coerência” demonstrada por Mozarildo “ao não tolerar atos de corrupção quando eles acontecem por perto”.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Correio do Brasil