Senador Mozarildo Cavalcanti cobra ações de formação dos jovens

PTB Notícias 16/04/2013, 17:54


No dia em que será votado o Estatuto da Juventude (PLC 98/2011), o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) afirmou que as políticas públicas para a juventude deveriam buscar prevenir situações ruins para os atuais jovens no futuro.

Para o senador, a prevenção, especialmente por meio da educação dos jovens, é o caminho para a formação de adultos úteis à sociedade.

“Se a sociedade se mobilizasse e o governo desse o exemplo, teríamos, de fato, a tranquilidade de saber que a nossa juventude teria não só direito à meia-entrada, mas, principalmente, a condição de poder estudar, de ter saúde, de ter lazer – que é importante para a sua formação – e, sobretudo, a garantia de que o governo não vai esperar a pessoa delinquir para, depois agir”, afirmou.

Essa mobilização, na opinião do senador, poderia partir de instituições como as igrejas, Rotary Clubs, Lyons Clubs e entidades de classe.

Como exemplo, Mozarildo citou a Maçonaria, que tem ordens paramaçônicas juvenis.

Entre elas está a Ordem Demolay, que busca passar aos jovens valores de fraternidade e amor ao próximo.

O senador lembrou o aumento da expectativa de vida no país e lamentou que, embora as pessoas estejam vivendo mais, o investimento nos jovens de hoje e idosos do futuro não seja proporcional ao avanço das tecnologias que garantem a saúde às pessoas.

O senador afirmou que um país que não cuida dos jovens não tem futuro.

“Espero que o governo da presidente Dilma, os governadores dos estados, os prefeitos realmente deixem de priorizar coisas menos importantes para priorizar o ser humano”, disse o petebista.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência SenadoFoto: Waldemir Barreto/Agência Senado