Senador Mozarildo Cavalcanti comemora Plano Estratégico de Fronteiras

PTB Notícias 9/06/2011, 18:35


Em discurso no Plenário nesta quinta-feira (09/06/2011), o senador Mozarildo Cavalcanti, do PTB de Roraima, manifestou sua satisfação com a edição do decreto presidencial que estabeleceu o Plano Estratégico de Fronteiras.

O parlamentar ressaltou a grande vulnerabilidade das fronteiras brasileiras, especialmente quanto à dificuldade de controle de armas e drogas, e assinalou como um ponto importante do decreto o relacionamento bilateral com os países vizinhos.

“Se o Brasil fizer sozinho, do lado de cá, um trabalho, e do outro lado, nos países vizinhos, não houver nenhum trabalho, evidentemente esse será um trabalho em vão”, afirmou o senador petebista.

Dando o exemplo de seu estado, Mozarildo lamentou que o Brasil tenha sido esbulhado por falta de vigilância adequada à saída de material da biodiversidade e de recursos minerais, e manifestou sua esperança em que o Plano possa melhorar as condições de vida da população da faixa de fronteira.

Em aparte, João Pedro, do PT do Amazonas, lembrou da posição estratégica de Roraima como vizinho da Venezuela e da Guiana e manifestou esperança de que o Plano Estratégico possa reverter a “situação de intranqüilidade” das fronteiras do país e levar bem-estar às cidades fronteiriças.

Waldemir Moka, do PMDB do Mato Grosso do Sul, destacou a necessidade de políticas públicas que afastem jovens do crime organizado.

O Plano Estratégico de Fronteiras, que reúne ações pré-existentes da União em conjunto com órgãos de segurança estaduais e municipais, é coordenado pelos Ministérios da Defesa e da Justiça e se destina a fortalecer a prevenção, controle, fiscalização e repressão aos delitos transfronteiriços.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência Senado