Senador Mozarildo Cavalcanti fez apelo à presidente Dilma Rousseff

PTB Notícias 20/05/2011, 13:58


Em pronunciamento na última sexta-feira (20/05/2011), o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) fez um apelo a Dilma Rousseff para que o governo federal tome providências a fim de eliminar as desigualdades regionais.

Na avaliação do parlamentar, a prioridade de erradicar a pobreza extrema – anunciada pela presidente em seu discurso de posse – passa necessariamente pelo equilíbrio entre as unidades da federação.

Mozarildo afirmou que a maior parte dos investimentos do governo é direcionada para a região Sudeste, o que amplia as desigualdades regionais.

-Os pobres vão ficando cada vez mais pobres e os ricos cada vez mais ricos -disse o senador.

Como exemplo, Mozarildo citou a aprovação da medida provisória que autoriza a construção do trem-bala entre São Paulo e Rio de Janeiro e comentou notícias de que uma empresa chinesa, que atua na fabricação de tablets, receberá incentivos fiscais para se instalar no estado de São Paulo.

Na opinião do senador, esse tipo de concentração é responsável pelo crescimento da migração de pessoas no país e, consequentemente, pelo aumento das mazelas sociais nas regiões mais desenvolvidas.

– O trem-bala é necessário, mas será que não existiriam outras prioridades nas regiões Norte e Nordeste? – questionou.

Além do poder econômico, Mozarildo cita o poder político como um dos empecilhos à redução das desigualdades regionais.

Na avaliação do senador, apesar da existência de dispositivos que buscam assegurar o equilíbrio regional, como a paridade entre o número de senadores por unidade da federação, o que se observa na prática, no governo e no Congresso Nacional, é a hegemonia de determinadas regiões sobre outras.

– Há um desequilíbrio político muito violento – salientou o parlamentar ao assinalar que a bancada paulista na Câmara é maior do que a de toda a Região Norte.

Agência Trabalhista de Notícias (PB), com informações da Agência Senado