Senador Mozarildo Cavalcanti lamenta situação da saúde indígena em RR

PTB Notícias 8/06/2011, 16:23


Em discurso no Plenário nesta quarta-feira (08/06/2011), o senador Mozarildo Cavalcanti, do PTB de Roraima, criticou a qualidade do serviço de atendimento à saúde dos índios em seu estado.

Segundo o petebista, a reclamação de que falta dinheiro para a saúde é recorrente, porém o que falta é seriedade na aplicação dos recursos e estabelecimento correto de prioridades.

O que vem ocorrendo no estado seria um exemplo da falta de qualidade na gestão dos recursos de saúde.

O senador contou que, em Roraima, os atendimentos de saúde para os índios ianomâmis são realizados exclusivamente por avião.

Segundo o parlamentar, há irregularidades nos voos e na distribuição de medicamentos, e têm havido conflitos entre os índios e aqueles que fazem o trabalho de distribuição, de modo que ele está suspenso no momento.

De acordo com Mozarildo, quando a Fundação Nacional do Índio (Funai) era responsável pelo atendimento, houve uma série de denúncias sobre desvio de recursos.

Quando a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) assumiu, os problemas continuaram.

Mozarildo Cavalcanti afirmou que, só em 2010, a Controladoria Geral da União (CGU) registrou desvios da ordem de R$ 500 milhões na Funasa.

“Tenho feito várias denúncias sobre a situação da saúde não só como senador, mas como cidadão e como médico”, afirmou o petebista.

O senador ainda anunciou que vai enviar ofício ao Ministério da Saúde, à Funasa e ao Ministério Público Federal falando da situação da saúde dos índios em Roraima.

Mozarildo Cavalcanti afirmou que a situação é grave, pois envolve questão humanitária e uso de recursos públicos.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência Senado