Senador Mozarildo Cavalcanti presta contas do mandato e critica voto nulo

PTB Notícias 21/07/2014, 8:00


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) fez, na sexta-feira (18/7/2014), um balanço sobre os seus oito anos de mandato, que vão se encerrar em janeiro de 2015.

Ele afirmou que resolveu fazer a prestação de contas devido a seus adversários políticos insistirem no fato de que o senador “não teria feito nada” no mandato.

“É porque os meus adversários vivem insistindo na tecla de que não fiz nada neste mandato.

Isso porque dão ênfase, alguns, para a questão das emendas parlamentares, para o dinheiro que se leva para o Estado.

Sempre pautei a minha vida parlamentar olhando para o futuro”, afirmou.

Mozarildo disse que, durante seu mandato, conseguiu direcionar R$ 300 milhões para Roraima, por meio de emendas parlamentares, foi autor de 481 propostas legislativas e relator de outras 429.

Voto nuloO senador, que é candidato à reeleição ao Senado, concluiu seu discurso ressaltando a importância do voto.

Ele explicou que anular o voto, deixar de votar ou votar em branco não anula a eleição, ao contrário do que muita gente pensa.

“Votos brancos, nulos e abstenções não contam para a eleição.

O que conta são os votos válidos”, afirmou.

O petebista conclamou as pessoas a motivarem seus vizinhos, familiares e conhecidos a votarem, pois, segundo ele, só assim o Brasil será de fato uma República.

“Quem não vota, ou anula, ou vota em branco não pode reclamar de nada, ele não fez nada! Que nós participemos, para merecer esse nome de República”, argumentou.

Para o senador, os brasileiros devem se inspirar na frase do ex-presidente dos Estados Unidos John Kennedy: “Não pergunte o que o seu país pode fazer por você.

Pergunte primeiro o que você pode fazer pelo seu país”.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Agência Senado Foto: Geraldo Magela/Agência Senado